O modelo chinês: um estudo da política de telecomunicações

Autores

  • Jawdat Abu-El-Haj

DOI:

https://doi.org/10.33956/tensoesmundiais.v7i12.642

Palavras-chave:

Política de Telecomunicações, Internacionalização do Capital, China

Resumo

O artigo recorre à política das telecomunicações da China para compreender sua ascensão mundial. Mostra que a doutrina de intervenção do Estado, após 1949, permaneceu como seu esteio, apesar da nova organização empresarial e abertura aos capitais externos. Esta doutrina exigiu o direcionamento de recursos institucionais, financeiros, tecnológicos e infraestruturais para criar condições iguais de acesso da população rural e urbana e dos estratos sociais de maior e menor renda.

Downloads

Publicado

2018-11-14

Como Citar

ABU-EL-HAJ, J. O modelo chinês: um estudo da política de telecomunicações. Tensões Mundiais, [S. l.], v. 7, n. 12, p. 273–296, 2018. DOI: 10.33956/tensoesmundiais.v7i12.642. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/tensoesmundiais/article/view/642. Acesso em: 30 nov. 2021.