Imigração na nação espanhola

Autores

  • Ana Caballero Mengibar

DOI:

https://doi.org/10.33956/tensoesmundiais.v11i20.419

Palavras-chave:

Imigração, Identidade nacional, Formação Neo-racial, Construção nacional

Resumo

A literatura sugere que a Espanha nunca teve uma identidade nacional, mas um amálgama de identidades regionais. O ingresso na União Europeia e a chegada de imigrantes trazem novos desafios à identidade espanhola. Forjar uma identidade nacional implica em construir uma solidariedade baseada em “pertencimento” e excluir determinados grupos que podem constituir uma ameaça. A estas formas contemporâneas de exclusão, alinhadas com a imigração, pode-se chamar formações neo-raciais.

Downloads

Publicado

2018-10-04

Como Citar

MENGIBAR, A. C. Imigração na nação espanhola. Tensões Mundiais, [S. l.], v. 11, n. 20, p. 17–37, 2018. DOI: 10.33956/tensoesmundiais.v11i20.419. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/tensoesmundiais/article/view/419. Acesso em: 18 jun. 2021.