Anarquistas e a revolta na revolução russa

Nestor Makhno

Autores

  • Natalia Montebello UECE

DOI:

https://doi.org/10.33956/tensoesmundiais.v13i25.353

Palavras-chave:

Revolução Social, Revolução política, Anarquismo

Resumo

A revolução social anarquista é contraposta à revolução política enquanto outra intensidade de sociabilidade, pautada por experimentações éticas. Na história  a Revolução Russa de 1917, com a irrupção libertária de Nestor Makhno, busca-se um ponto de vista analítico que escape à forma Estado do pensamento. Trata-se, qui, da potencialidade ética de revoltas que dispensam o lugar do poder do Estado, afirmando relações desprovidas de hierarquia e centralização.

Downloads

Publicado

2018-09-24

Como Citar

MONTEBELLO, N. Anarquistas e a revolta na revolução russa: Nestor Makhno. Tensões Mundiais, [S. l.], v. 13, n. 25, p. 99–121, 2018. DOI: 10.33956/tensoesmundiais.v13i25.353. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/tensoesmundiais/article/view/353. Acesso em: 22 jun. 2021.