O DESTINO DO ESPÍRITO NO PENSAMENTO DO JOVEM HEGEL

Autores

  • Francisco José da Silva

Palavras-chave:

Lei, Destino, Cristianismo, Reconciliação

Resumo

O pensamento do jovem Hegel tem sido objeto de recentes estudos, destacam-se os ensaios Vida de Jesus (Berna, 1795), A Positividade da religião cristã (Berna, 1797) e O Espírito do cristianismo e seu destino (Frankfurt, 1799), esta é considerada a obra mais acabada e relevante deste período. Enfocamos neste artigo os conceitos de ‘destino’ e ‘espírito’, os quais têm como fonte uma reflexão a partir da tragédia grega e que serviu como contraposição a concepção kantiana de lei e será a base para o desenvolvimento da idéia de espírito de um povo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

HEGEL, GWF. Werke in 20 Banden. Ausgabe von Eva Moldenhauer und Karl Makus Michel, Frankfurt am Main, Suhrkamp Taschenbuch Wissenschaft, 1999.

________ Vita di Gesù. Tradução italiana Antimo Negri, Bari: Laterza.1994.

________ Historia de Jesus. Tradução castelhana Santiago Gonzáles Noriega, Madrid: Taurus.1987.

________ Escritos de Juventud. Tradução Zoltan Szankay e José Maria Ripalda, México: Fondo de Cultura Econômica. 1998.

_______ Fenomenologia do Espírito (Volume único). Tradução brasileira Paulo Menezes e Karl Heinz Efken e José Nogueira Machado, Petrópolis: Vozes, 2002.

AGUIAR, Odílio A.(org.). Filosofia e Direitos Humanos. Fortaleza, Editora UFC. 2006.

BOLADO, A. Alvarez. En torno a Hegel. Granada: Secretariado de Publicaciones y el Departamento de Filosofia de la Universidad de Granada, [1974]. 381p.

BOURGEOIS, B. O pensamento político de Hegel. Porto Alegre, Editora Unisinos, 2000, 148p.

_________ La pensée politique de Hegel. Paris: Presses Universitaires de France, 2 ª edição, 1996.

HYPOLLITE, J. Introdução à Filosofia da História de Hegel. Tradução portuguesa José Marcos Lima, Lisboa: Edições 70, 1983.

________ Gênese e estrutura da Fenomenologia do Espírito de Hegel. Tradução brasileira Silvio Rosa Filho et alii, São Paulo: Discurso Editorial, 1999.

KANT, I. Crítica da Razão Prática. Tradução portuguesa Artur Mourão, Lisboa: Edições 70, 1986, 195p.

_______ Metafísica dos Costumes. Tradução brasileira Edson Bini, São Paulo: Edipro, 2008.

_______ A Religião dentro dos limites da simples razão. Tradução portuguesa Artur Mourão, Lisboa, Edições 70, 1992, 210p.

MATTEO, Vicenzo di. A Consciência infeliz e seus destinos, Revista Eletrônica de Estudos Hegelianos, Ano 2º, Nº 3, Dezembro de 2005. Disponível em: . Acesso em: 07. Fev.2007.

PLANT. R. Hegel, Religião e Filosofia, tradução Osvaldo Giaccoia, SP, Unesp,1997.

ROUSSEAU, J.J. O Contrato social e outros escritos, tradução Rolando Roque da Silva, SP, Cultrix, 1995.

TRIGUEIRO, Isidoro Muñoz. El concepto de ‘espiritu’ en los escritos juveniles de Hegel. Uma encrucijada en la historia de la filosofia del espiritu. In: Bolado, A. Alvarez. En torno a Hegel. Granada: Secretariado de Publicaciones y el Departamento de Filosofia de la Universidad de Granada, (1974). 381p.

Downloads

Publicado

2021-07-23

Como Citar

DA SILVA, F. J. . O DESTINO DO ESPÍRITO NO PENSAMENTO DO JOVEM HEGEL. Polymatheia - Revista de Filosofia, [S. l.], v. 6, n. 9, 2021. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/revistapolymatheia/article/view/6468. Acesso em: 27 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigos