Chuvalkin, o moderno narrador benjaminiano: o conceito de história na anedota de Franz Kafka

Autores

  • José Ailton Carlos Correia UNIMEP - Universidade Metodista de Piracicaba

Palavras-chave:

Chuvalkin, Kafka, Enigma, Conceito de História, Walter Benjamin

Resumo

Walter Benjamin apresenta em seu texto Kafka, a propósito do décimo aniversário de sua morte (1994) o privilegiado narrador moderno: Chuvalkin. Conta-se a História do chanceler Potemkin, no reinado de Catarina II da Rússia (1729-1796), a quem toda a máquina estatal dependia, quando ficou incomunicável por conta de sua depressão, irrompe do tempo onírico Chuvalkin, num lampejo entre o perigo e a esperança, colhe as assinaturas documentais e destrava a imobilidade histórica. Entretanto, em vez de Potemkin tudo estava assinado em nome de Chuvalkin. Trata-se de uma anedota benjaminiana cuja análise desse trabalho é destacar a grande influência de Kafka.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Ailton Carlos Correia, UNIMEP - Universidade Metodista de Piracicaba

01. Bacharelado em Teologia pela Universidade Metodista de São Paulo. (2009-2012).
02. Curso de Pós-Graduação – Lato Sensu – em Filosofia e Ensino de Filosofia pelo Centro Universitário
Claretiano de Ensino. (2014).
03. Graduação: Licenciatura Plena em Filosofia pelo Centro Universitário Claretiano de Ensino. (2013-2015).
04. Curso de aperfeiçoamento em Filosofia para crianças (Mattew Lipman) – Educação para o pensar – pelo
Instituto de Filosofia e Fundação Sidónio Muralha. 40hs. (2015).
05. Mestrado em Educação: História e Filosofia da Educação pela UNIMEP (Universidade Metodista de
Piracicaba). (2016-2017). (Avaliação CAPES 5).
06- Licenciatura Plena em História pela UNAR - Centro Universitário de Araras "Dr. Edmundo Ulson". (2018).
Validação de Licenciatura.
07. Doutorando em História e Filosofia da Educação pela UNIMEP (Universidade Metodista de Piracicaba).
(Avaliação CAPES 5). Ingresso (2020).

Referências

ADORNO. Theodor W. Prismas: crítica cultural e sociedade. Anotações sobre Kafka. Tradução: Augustin Wernet e Jorge Mattos Brito de Almeida. Editora Ática. SP. (1998).

BENJAMIN, Walter. Obras escolhidas I: magia e técnica, arte e política. Tradução: Sérgio Paulo Rouanet. São Paulo. Ed. Brasiliense. 1994.

BENJAMIN, W. Obras escolhidas II: Rua de mão única. Tradução: Rubens Rodrigues Torres Filho e José Carlos Martins Barbosa. São Paulo. Ed. Brasiliense. 1995.

BÍBLIA, de referência Thompson. Tradução João Ferreira de Almeida. Editora Vida. 1995.

LÖWY, Michel. Walter Benjamin: aviso de incêndio. Uma leitura das teses sobre o “conceito de História”. Editora Boitempo. SP. 2005.

MASSIE, Robert K. Catarina, a grande: retrato de uma mulher. Editora Rocco. RJ. 2011.

MONTEFIORE, Simon Sebag. Catarina, a Grande, & Potemkin, uma história de amor na corte Románov. Tradução Berilo Vargas. Companhia das letras. SP. 2018.

KAFKA, Franz. Um médico rural. Tradução de Modesto Carone. Companhia das letras. SP. 1999.

KAFKA, F. Narrativas do Espólio. Tradução de Modesto Carone. Companhia das letras. SP. 2002.

Infopédia. Porto Editora, 2003-2020. Transformações Políticas e Sociais na Rússia (1597-1796) https://www.infopedia.pt/$transformacoes-politicas-e-sociais-na-russia. Acesso: 10/09/2021, às 14h30min.

Downloads

Publicado

2021-11-13

Como Citar

CORREIA, J. A. C. Chuvalkin, o moderno narrador benjaminiano: o conceito de história na anedota de Franz Kafka. Kalagatos , [S. l.], v. 18, n. 1, p. 65–83, 2021. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/kalagatos/article/view/7160. Acesso em: 27 nov. 2021.

Edição

Seção

Artigos