Psicanálise em (Ex)tensão: Discurso Médico e Subjetivação

Autores

  • Mariana Kehl PUC-Rio | HU-Berlin

Palavras-chave:

extensão, psicanálise, medicina, mal-estar, subjetividade

Resumo

O Programa de Apoio Psicopedagógico ao Estudante configura-se, sobretudo, como um serviço de assistência psicológica oferecido aos estudantes de Medicina da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Além de atendimentos clínicos de base psicanalítica, o programa desenvolve atividades e projetos que se destinam à promoção de uma formação médica interdisciplinar e humanizada. Um dos projetos objetiva a integração dos alunos à Enfermaria Pediátrica do Hospital Universitário com o propósito singular de ampliar o contato com os pacientes através da valorização do diálogo e do estabelecimento de laços sociais.  O termo “extensão” é contemplado nessa proposta tanto no sentido universitário quanto no que se refere à “psicanálise em extensão”, pois diligencia sua presentificação no âmbito acadêmico ao destacar a subjetividade em detrimento de uma perspectiva eminentemente biologizante. Assim, neste artigo propõe-se o exame dos dados produzidos na supervisão dos alunos, material que evidencia o mal-estar encontrado na formação médica.

 

Referências

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil: Promulgada em 5 de outubro de 1988. São Paulo: Saraiva. (32a ed.), 2003.

CLAVREUL, J. A ordem médica. São Paulo: Brasiliense, 1983.

FORTES, I. & KOTHER, M. M. Quem é o psicanalista pesquisador? Questões cruciais sobre o método psicanalítico de pesquisa. In Kupermann, D.; Birman, J.; Fulgencio, L.; Leal Cunha, E. (Orgs.). Modalidades de pesquisa em psicanálise: métodos e objetivos. São Paulo: Editora Zagodoni, 2018.

FREUD, S. Sobre o ensino da psicanálise nas universidades. In S. Freud, Edição Standard Brasileira das Obras Psicológicas Completas de Sigmund Freud (Vol. 7). Rio de Janeiro: Imago, 1996. (Trabalho original publicado em 1919 [1918])

LACAN, J. O lugar da psicanálise na medicina. Opção Lacaniana, n. 32, pp. 8-14, São Paulo: Edições Eolia, 2001. (Trabalho original publicado em 1966)

LACAN, J. Proposição de 9 de outubro de 1967 sobre o psicanalista da Escola. In J. Lacan, Outros Escritos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2003. (Trabalho original publicado em 1967)

LACAN, J. O Seminário, Livro 17: o avesso da psicanálise. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 1992. (Trabalho original publicado em 1969-1970)

KOBORI, E. T. Algumas considerações sobre o termo Psicanálise Aplicada e o Método Psicanalítico na análise da Cultura. Rev. Psicol. UNESP, Assis, v. 12, n. 2, pp. 73-81, 2013.

NETO, J. C. S.; ATTIKI, M. L. G. Extensão Universitária: Construção de Solidariedade. São Paulo: Expressão & Arte, 2005.

Downloads

Publicado

2022-07-25

Como Citar

Kehl, M. (2022). Psicanálise em (Ex)tensão: Discurso Médico e Subjetivação. Conexão ComCiência, 2(2). Recuperado de https://revistas.uece.br/index.php/conexaocomciencia/article/view/7921

Edição

Seção

Dossiê - Extensão Universitária