Educação híbrida em tempos de pandemia

desafios dos professores da área das Ciências Naturais em Moçambique

Autores

  • António Gonçalves Fortes Universidade Rovuma
  • Francisco Mubango Mutenda Escola Secundária da Manga, Beira - Moçambique
  • Jaime Samuel Muiambo Escola Secundária de Munhinga, Sussundenga - Moçambique
  • Hermen Aurélio Fernando Beirão Escola Secundária Geral de Maparra, Nampula - Moçambique

Palavras-chave:

Educação híbrida, Covid-19, Ensino de Ciências Naturais, Desafios

Resumo

A pandemia da Covid-19 impôs drásticas reformas nas Instituição de Ensino moçambicanas, marcada pela introdução do ensino híbrido e mudanças nas práticas de ensino e aprendizagem. Neste contexto, realizou-se um estudo descritivo e aplicou-se um questionário a 87 professores da área das Ciências Naturais em Moçambique com objetivo de identificar os desafios enfrentados por estes na lecionação de aulas durante a pandemia. Os resultados apontam como principais desafios do ensino no contexto da pandemia, a baixa carga horária dos professores, baixo tempo de contacto com os alunos, uso das mídias digitais e adaptação ao ensino híbrido, onde as tecnologias tornam o processo de ensino mais dinâmico e interativo, gerando oportunidades para o desenvolvimento profissional e pessoal dos professores. Conclui-se que o desenvolvimento de plataformas digitais de ensino e isenção de taxas de utilização desses serviços pode diminuir as desigualdades socioeconômicas dos alunos e contribuir na universalidade da informação.

Biografia do Autor

António Gonçalves Fortes, Universidade Rovuma

Doutorando em Geociências (UNICAMP - Brasil), Mestre em Engenharia Geológica pela Universidade de Aveiro - Portugal, Graduado em Ensino de Física pela Universidade Pedagógica - Moçambique. Docente da Faculdade de Ciências Naturais, Universidade Rovuma, Nampula - Moçambique

Francisco Mubango Mutenda, Escola Secundária da Manga, Beira - Moçambique

Licenciado em Ensino de Física com habilitações em Ensino de Matemática. Docente da Escola Secundária da Manga, Beira - Moçambique

Jaime Samuel Muiambo, Escola Secundária de Munhinga, Sussundenga - Moçambique

Licenciado em Ensino de Química com habilitações em Ensino de Biologia. Docente e Diretor Adjunto de Escola Secundária de Munhinga

Hermen Aurélio Fernando Beirão, Escola Secundária Geral de Maparra, Nampula - Moçambique

Licenciado em Ensino de Física com habilitações em Supervisão Educacional. Docente de Física na Escola Sencundária Geral de Maparra

Referências

ALVES, L. Educação remota: entre a ilusão e a realidade. Interfaces Científicas - Educação, v. 8, n. 3, p. 348–365, 2020.

GODOI, M.; KAWASHIMA, L.; GOMES, L. DE A.; CANEVA, C. O ensino remoto durante a pandemia de covid-19: desafios , aprendizagens e expectativas dos professores universitários de Educação Física. Research, Society and Development, v. 9, n. 10, p. 1–19, 2020.

INE. IV Recenseamento geral da população e habitação: Resultados definitivos Moçambique. Maputo - Moçambique: Instituto Nacional de Estatística, 2019.

MARTINS, J. Metodologia da Pesquisa Científica. Rio de Janeiro, RJ: Editora Dowbis, 2017.

MCTESTP. Estudantes matriculados, graduados e ingressos segundo a área científica Ensino Superior. Maputo: Ministério da Ciência e Tecnologia, Ensino Superior e Tecnico-Profissional, 2017.

MEC/INDE. Plano Curricular do Ensino Secundário Geral (PCESG) — Documento Orientador, Objectivos, Política, Estrutura, Plano de Estudos e Estratégias de Implementação. Maputo: MEC e INDE, 2007.

MIRANDA, K. K. C. DE O.; LIMA, A. DA S.; OLIVEIRA, V. C. M. DE; TELLES, C. B. DA S. Aulas remotas em tempo de pandemia: Desafios e percepções dos professores e alunos. VII Congresso Nacional da Educação. Anais... . p.1–12, 2020. Maceió-AL: CONEDU.

PCEB. Plano Curricular do Ensino Básico: objectivos, política, estrutura, plano de estudos e estratégias de implementação. Maputo: INDE/MINED, 2013.

RÜCKL, B. DE F. N.; VOSGERAU, D. S. R. Perspectivas da aprendizagem ativa no Ensino Fundamental: uma revisão sistemática. XII Congresso Nacional de Educação. Anais... . p.11883–11901, 2017. Curitiba - PR: EDUCERE.

SILVA, R. C.; VOLPATO, R. A. Os desafios da Escola Pública Paranaense na perspectiva da escola pública do Professor PDE. Caderno PDE, v. 2, p. 1–23, 2013.

SILVEIRA, S. R.; BERTOLINI, C.; PARREIRA, F. J.; CUNHA, G. B. DA; BIGOLIN, N. M. O Papel dos licenciados em computação no apoio ao ensino remoto em tempos de isolamento social devido à pandemia da COVID-19. In: D. F. A. Conselho (Org.); Série Educar - Prática Docente. 1o ed, p.35–42, 2020. Belo Horizonte-MG: Editora Poisson.

Downloads

Publicado

2022-04-01

Como Citar

Fortes, A. G., Mutenda, F. M., Muiambo, J. S., & Beirão, H. A. F. (2022). Educação híbrida em tempos de pandemia: desafios dos professores da área das Ciências Naturais em Moçambique. Conexão ComCiência, 2(1). Recuperado de https://revistas.uece.br/index.php/conexaocomciencia/article/view/5733