Jogos para a fixação de Conteúdos de Química no Ensino Médio

Modalidade Presencial X Modo Remoto

Autores

  • Luiza Beatriz Bezerra de Sousa Universidade Estadual do Ceará – UECE
  • Maria Carolayne Ferreira Calaça de Oliveira Faculdade de Educação de Crateús – FAEC - UECE
  • Cosma Nayara Rosendo de Miranda Gusmão
  • Saulo Roberio Rodrigues Maia

Palavras-chave:

lúdico; ensino de química; aprendizagem.

Resumo

Neste cenário pandêmico que afeta a todos os setores, a educação não passa ilesa, observa-se a falta de participação dos alunos principalmente no ensino por meio remoto. Uma ferramenta conhecida pode ser o instrumento para melhorar a aprendizagem e a comunicação com os alunos, trata-se dos jogos educativos. Refletir sobre a ludicidade no ensino da Química, sobretudo para alunos do Ensino Médio, seja na modalidade presencial ou remota, é o objetivo deste estudo. Foram testados jogos tanto no modo presencial de ensino como no modo remoto, a fim de comprovar e comparar a eficácia no processo de ensino-aprendizagem em ambos. Concluímos que os jogos educativos foram considerados, pela maioria dos alunos avaliados, como um instrumento eficaz na aprendizagem da Química, independente do modo de ensino.

Referências

● BEGGIORA, Helito. Kahoot: como criar quiz e estudar com jogos. 2019.

● FERNANDES, Naraline Alvarenga. Uso de jogos educacionais no processo de ensino e de aprendizagem. 2010. 62 f. Especialização - Curso de Especialista em Mídias na Educação, Centro Tecnológico, Centro Interdisciplinar de Novas Tecnologias na Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul – Cinted/Ufrgs., Alegrete, 2010. Disponível em: <https://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/141470/000990988.pdf?sequence=1>. Acesso em: 10 jun. 2021.

● KISHIMOTO, T. M. Jogo, Brinquedo, Brincadeira e a Educação. São Paulo: Cortez, 1996.

● MESQUITA, K. F. M.; MEDEIROS, T. J. M. M. Alternativas Didáticas para Aulas de Química no Nível Médio. XLVI Congresso Brasileiro de Química. Salvador: 2006.

● MOREIRA, B; SÁ, C. Forming ChemBonds: um material didático voltado para o ensino de ligações químicas. In: XVII ENCONTRO NACIONAL DE QUÍMICA (XVIII ENEQ), 2016, Florianópolis-SC. Divisão de Ensino de Química da Sociedade Brasileira de Química (ED/SBQ) Dpto de Química da Universidade Federal de Santa Catarina (QMC/UFSC) [...]. [S.I.: s.n], [2016].

● OLIVEIRA, O. Química. São Paulo: Cultura Acadêmica: Universidade Estadual Paulista: Núcleo de Educação à Distância, 2013

● ROCHA, Joselayne S. Vasconcelos,Tatiana C.Dificuldades de aprendizagem no ensino de química: algumas reflexões. In ENCONTRO NACIONAL DE ENSINO DE QUÍMICA XVIII, 2016 Florianópolis, SC: Anais. 10 p. Disponível em: <http://www.eneq2016.ufsc.br/anais/resumos/R0145-2.pdf>.Acesso em: 15 jun. 2021.

● SANTOS et al. Jogo das Ligações: Uma abordagem lúdica para o auxílio do processo de ensino-aprendizagem. In: XV ENCONTRO NACIONAL DE ENSINO DE QUÍMICA (XV ENEQ), 2010, Brasília-DF. Divisão de Ensino de Química da Sociedade Brasileira de Química (ED/SBQ) Instituto de Química da Universidade de Brasília (IQ/UnB) [...]. [S.I.: s.n.], [2010].

● SOARES, Márlon H.F.B. Jogos e Atividades Lúdicas no Ensino De Química: Uma Discussão Teórica Necessária para Novos Avanços. Revista de Debates em Ensino da Química, Goiás, v. 2, p. 5-13, out. 2006. Disponível em: http://www.journals.ufrpe.br/index.php/REDEQUIM/article/view/1311. Acesso em: 10 jun. 2010.

● VAILLANT, D.; MARCELO, C. Ensinando a ensinar. As quatro etapas de uma aprendizagem. Curitiba: Editora da Universidades Tecnológica Federal do Paraná, 2012.

Downloads

Publicado

2022-06-12

Como Citar

Bezerra de Sousa, L. B., Ferreira Calaça de Oliveira, M. C. ., Rosendo de Miranda Gusmão, C. N. ., & Rodrigues Maia, S. R. . (2022). Jogos para a fixação de Conteúdos de Química no Ensino Médio: Modalidade Presencial X Modo Remoto. Conexão ComCiência, 2(1). Recuperado de https://revistas.uece.br/index.php/conexaocomciencia/article/view/5624