Spinoza e o problema da transição

Autores

  • Alex Leite UESB

Palavras-chave:

Desativação. Transição. Spinoza. Regime de confusão. Liberdade.

Resumo

O objetivo do trabalho é delimitar o problema da transição no De Intellectus de Spinoza. Entendemos por transição o esforço de reatamento entre a força de existir e a exigência interna de vida ativa. O conceito de desativação de formas de desejar é um elemento essencial para entender a transição como um processo inseparável de uma tensão entre percepção confusa e entendimento. Essa tensão é a mesma entre vida constrangida e liberdade.

 

Résumé

L'objective de le travaill c'est délimiter de le problème de la transition dans le De Intellectus de Spinoza. Nous comprenons par transition l'effort de liaison entre la force d'existir et l'exigence interne de vie active. Le concept de desactivation de formes de désirer c'est un élément essentiel pour comprendre la transition comme un processus inséparable de la tension entre perception confuse et l'entendement. Cette tension c'est la même entre l'existence attaché au peur et la liberté.

Mots-clés: Desactivação. Transition. Spinoza. Régime de confusion. Liberté.

Arquivos adicionais

Publicado

2010-09-02

Como Citar

Leite, A. (2010). Spinoza e o problema da transição. Revista Conatus - Filosofia De Spinoza (ISSN 1981-7509), 4(7), 11–15. Recuperado de https://revistas.uece.br/index.php/conatus/article/view/1714