O TRATAMENTO DOS ALIENADOS NA AMÉRICA LATINA

A RECEPÇÃO DOS PRECEITOS ALIENISTAS NO ALÉM-MAR

Autores

  • Pedro Henrique Ferreira Danese Oliveira PPGHCS/FIOCRUZ

Palavras-chave:

Pinel, Alienismo, Loucura, América Latina

Resumo

A teoria alienista foi um marco no âmbito da história da psiquiatria. Surgiu em fins do século XVIII e se consolidou a partir do começo do XIX. Com Pinel e seus seguidores, finalmente a loucura torna-se doença passível de tratamento em uma instituição adequada para este fim, com isso a teoria alienista torna-se soberana durante muitos anos na França e outros países da Europa. Este artigo pretende analisar como foi à recepção das ideias alienistas no continente latino-americano tanto na questão do tratamento de alienados, a preocupação que estas pessoas consideradas loucas causavam a sociedade e também a busca dos médicos para entender este fenômeno. Destarte, veremos que ainda com as idiossincrasias dos países havia sim muitas semelhanças no trato com a loucura na América Latina.

Biografia do Autor

Pedro Henrique Ferreira Danese Oliveira, PPGHCS/FIOCRUZ

Doutorando do Programa de Pós Graduação em História das Ciências e da Saúde- Casa de Oswaldo Cruz/ Fundação Oswaldo Cruz. PPGHCS/FIOCRUZ. Mestre em História das Ciências e da Saúde pelo Programa de Pós Graduação em História das Ciências e da Saúde (2016). Graduação em História Bacharelado (2013) e Licenciatura (2012) pela Universidade Federal de Ouro Preto. Bolsista CAPES.

Email: pedro_darknessmki@hotmail.com.

Publicado

2022-01-30

Como Citar

OLIVEIRA, P. H. F. D. . O TRATAMENTO DOS ALIENADOS NA AMÉRICA LATINA: A RECEPÇÃO DOS PRECEITOS ALIENISTAS NO ALÉM-MAR. Revista de História Bilros: História(s), Sociedade(s) e Cultura(s), [S. l.], v. 6, n. 12, 2022. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/bilros/article/view/7864. Acesso em: 8 ago. 2022.

Edição

Seção

ARTIGOS