EDUCAÇÃO PATRIMONIAL

UM DESTAQUE PARA AS SALAS DE AULA NA PRESERVAÇÃO CULTURAL

Autores

  • Brenda Lethicia da Silva Lobato UNAMA
  • Sabrina Gomes de Oliveira UNAMA

Palavras-chave:

Educação Patrimonial, Preservação, Patrimônio Imaterial, Erveiras (os)

Resumo

O presente artigo tem por objetivo abordar a importância do ensino da Educação Patrimonial como instrumento de preservação e valorização da cultura e suas diversidades. Por esses caminhos, nos atentamos ao espaço do Ver-o-Peso, ao qual foi realizado um mapeamento, mais especificamente no setor das ervas, para compreendermos o quão se faz importante o estudo e sua disseminação para a comunidade em geral, seja ela estudantes, pesquisadores, ou um simples indivíduo que ali passa diariamente. Além disso, intentamos reforçar o papel da escola como grande intercessora nesse processo de (re) educação cultural, uma vez que ela se apresenta como o espaço responsável em edificar saberes.

Biografia do Autor

Brenda Lethicia da Silva Lobato, UNAMA

Graduanda em Licenciatura em História na Universidade da Amazônia (UNAMA).

E-mail: brenda.lethicia96@gmail.com

Sabrina Gomes de Oliveira, UNAMA

Graduanda em Licenciatura em História na Universidade da Amazônia (UNAMA) e bolsista no Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID).

E-mail: sabrinagliveira@gmail.com

Publicado

2022-01-14

Como Citar

LOBATO, B. L. da S. .; OLIVEIRA, S. G. de . EDUCAÇÃO PATRIMONIAL: UM DESTAQUE PARA AS SALAS DE AULA NA PRESERVAÇÃO CULTURAL. Revista de História Bilros: História(s), Sociedade(s) e Cultura(s), [S. l.], v. 4, n. 07, 2022. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/bilros/article/view/7678. Acesso em: 23 jan. 2022.