A PROPAGANDA E A DIVULGAÇÃO DA FIGURA IMPERIAL NA ANTIGUIDADE CLÁSSICA

UMA ANÁLISE SOBRE O PERÍODO SEVERIANO.

Autores

  • Luis Eduardo Bove de Azevedo UNESP

Palavras-chave:

Figura Imperial, Antiguidade Clássica

Resumo

O livro, publicado em 2013 e composto por três capítulos, além da apresentação da obra, do prefácio, escrito pelo Prof. Dr. Norberto Luiz Guarinello e das considerações finais, tem por título “A noção de propaganda e sua aplicação nos estudos clássicos. O caso dos imperadores romanos Septímio Severo e Caracala”, e resulta da tese de doutoramento, pela USP, em História Econômica da referida autora. Ela busca mostrar, aos interessados na área de História Antiga e aos que desejam se deleitar com uma leitura objetiva e explicativa no que tange à História da Roma dos séculos II e III d.C., mais especificamente, como se deu o processo de afirmação dos dois primeiros imperadores Severianos (Septímio e seu filho, Caracala).

Biografia do Autor

Luis Eduardo Bove de Azevedo, UNESP

Graduando em História pela Faculdade de Ciências Humanas e Sociais – UNESP – Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Campus de Franca. E-mail: luis.azeveedo@gmail.com.

Publicado

2022-01-12

Como Citar

AZEVEDO, L. E. B. de . A PROPAGANDA E A DIVULGAÇÃO DA FIGURA IMPERIAL NA ANTIGUIDADE CLÁSSICA: UMA ANÁLISE SOBRE O PERÍODO SEVERIANO. Revista de História Bilros: História(s), Sociedade(s) e Cultura(s), [S. l.], v. 3, n. 04, 2022. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/bilros/article/view/7661. Acesso em: 1 jul. 2022.

Edição

Seção

RESENHAS