Os Fundamentos para uma sociedade livre e a função da educação na Moralidade Subjetiva e na Moralidade Objetiva em Hegel

Autores

  • Robson Pontes Custódio https://orcid.org/0000-0002-7772-0693; Graduação: UECE-1996-2000; ESPECIALIZAÇÃO: FFB 2006-2007; MESTRADO: UFC 2019-2021

Palavras-chave:

Educação, Sociedade Livre, Moralidade Subjetiva, Hegel

Resumo

A obra Princípios da Filosofia do Direito trata sobre os fundamentos de uma sociedade livre, esse artigo tem como objetivo refletir sobre a importância da educação diante disso. Os três momentos dessa construção, são: o direito abstrato, a moralidade subjetiva e a moralidade objetiva. Na moralidade subjetiva, esse artigo se aprofunda um pouco mais no que se pretende, que é perceber como a educação se faz necessária para a formação de uma sociedade livre. A metodologia utilizada para a formação do artigo foi a leitura e a pesquisa da obra de Hegel, auxiliada de bibliografia secundária. A conclusão apresentada é que a educação na formação do sujeito que internaliza a lei não pode ser uma educação de “letramento”, nem de reprodução de técnicas. Essa moralidade subjetiva se efetiva e exterioriza na moralidade objetiva, que acontece em três instâncias: família, sociedade civil e Estado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

HEGEL, Georg Wilhelm Friedrich. Princípios da filosofia do direito. Trad. Orlando Vitorino. São Paulo: Martins Fontes, 1997.

NOVELLI, Pedro Geraldo Aparecido. A universalidade da educação em Hegel. Revista Dialectus, Ceará, ano 1, n. 1, julho-dezembro 2012.

Downloads

Publicado

2022-04-30

Como Citar

PONTES CUSTÓDIO, R. Os Fundamentos para uma sociedade livre e a função da educação na Moralidade Subjetiva e na Moralidade Objetiva em Hegel. Polymatheia - Revista de Filosofia, [S. l.], v. 15, n. 1, p. 27–36, 2022. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/revistapolymatheia/article/view/8250. Acesso em: 16 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos