CONTRIBUIÇÃO PARA UMA TEORIA MARXISTA DA RELIGIÃO:

CONSIDERAÇÕES SOBRE O ASPECTO, O CRITÉRIO E A ESTRUTURA DE UMA TEORIA CRÍTICA

Autores

  • Bruno Reikdal Lima

Palavras-chave:

Marx, Religião, Crítica, Crítica da Religião

Resumo

No presente artigo, discutiremos a crítica da religião em Marx. Apesar de ser objeto em obras de intelectuais como Engels, Luxemburgo e Bloch, o tema da religião não é visto como questão relevante na tradição marxista. Por meio de revisão bibliográfica, portanto, buscaremos contribuir com a teoria marxista tendo como hipótese que a análise da estrutura da crítica da religião possibilita um trato mais sofisticado com tema. Argumentaremos em três etapas: 1. retomando o conteúdo da crítica da religião trabalhado por Marx em 1844; 2. explicitando o critério da crítica; e 3. discutindo a estrutura teórica que permanece em obras maduras.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BAUTISTA, Juan José. Dialéctica del fetichismo de la modernidad: hacia una teoría crítica de la racionalidad moderna. Yo Soy si Tu Eres: Bolívia, 2018.

BAUTISTA, Juan José. ¿Qué significa pensar desde América Latina? Hacia una racionalidad transmoderna y postoccidental. Ediciones Akal: Bolívia, 2013.

BLOCH, Ernst. Atheism in Christianity: the religion of the Exodus and the Kingdom. Londres/Nova Iorque: Verso, 1972.

BLOCH, Ernst. Tomaz Müntzer: el teólogo de la revolución. Editorial Ciencia Nueva: Espanha, 1968.

BOER, Roland. Criticism of Earth: on Marx, Engels and Theology. Historical Materialism Book Series. Vol. 35. Leiden University/BRILL: Holanda, 2012.

BOER, Roland. In the Vale of Tears: on Marxism and Theology V. Historical Materialism Book Series. Vol. 52. Leiden University/BRILL: Holanda, 2014.

BOER, Roland. Red Theology: on Christian Communist Tradition. Studies in Critical Reasearch on Religion Series. Lenden University/BRILL: Holanda, 2019.

DUSSEL, Enrique. El último Marx (1863-1882) y la la liberación latinoamericana: un comentário a la tercera y la cuarta redacción de El Capital. Siglo XXI: México, 1990.

DUSSEL, Enrique. Las metáforas teológicas de Marx. Editorial Verbo Divino: Navarra - Espanha, 1993.

ENGELS, Friedrich. "Ludwig Feuerbach e o fim da filosofia clássica alemã". Tradução de Paulino José Orso. In: Germinal: Marxismo e Educação em Debate: Salvador - BA, v. 4, n. 2, p. 131-166, dez. 2012.

ENGELS, Friedrich. La guerra de los campesinos en Alemania. Ediciones Políticas/Editorial de Ciencias Sociales: Cuba, 1974.

FEUERBACH, Ludwig. A essência do cristianismo. Tradução de José Silva Brandão. Vozes: Petrópolis - RJ, 2007.

FEUERBACH, Ludwig. Preleções sobre a essência da religião. Tradução de José Silva Brandão. Papirus: Campinas - SP, 1989.

GOLDMANN, Lucien. El hombre y lo absoluto: el dios oculto. Colección Obras Maestras del Pensamiento Comtemporáneo. Vol 92. Platena-Agostini: Espanha, 1986.

HINKELAMMERT, Franz. “Fetichismo de la mercancía, del dinero y del capital: la crítica marxista de la religión”. In: HINKELAMMERT, Franz. La crítica de las ideologías frente a la crítica de la religión: volver a Marx transcendiéndolo. Organizado por Carlos Aguillar. Buenos Aires: CLACSO, 2021, pp. 11-51.

HINKELAMMERT, Franz. Ideologías del desarrollo y la dialéctica de la história. UCA/Editorial Paidós: Argentina, 1970.

HINKELAMMERT, Franz. “La dialéctica marxista y el humanismo de la práxis”. In: Economía & Sociedad. San José - Costa Rica, v. 24, n 55, janeiro-fevereiro, 2019.

HOWE, Ben. The Immoral Majority: why evangelicals chose Political Power over Christian Values. Broadside Books: Estados Unidos da Amética, 2019.

KAUTSKY, Karl. A origem do cristianismo. Tradução: Luiz Alberto Moniz Bandeira. Civilização Brasileira: Rio de Janeiro - RI, 2010.

LÖWY, Michael. O que é cristianismo da libertação: religião e política na América Latina. Expressão Popular: São Paulo - SP, 2016.

LUXEMBURGO, Rosa. "O socialismo e as Igrejas". In: Revista Espaço Acadêmico. Universidade Estadual de Maringá: Maringá-PR, v. 2 n. 17, pp. 1-17, 2002.

MARX, Karl; ENGELS, Friedrich. A ideologia alemã: crítica da mais recente filosofia alemã em seus representantes Feuerbach, B. Bauer e Stirner, e do socialismo alemão em seus diferentes profetas (1845-1846). Supervisão editorial: Leandro Konder. Tradução: Rubens Enderle, Nélio Schneider, Luciano Cavini Martorano. Boitempo: São Paulo – SP, 2007.

MARX, Karl. Contribuição à crítica da economia política. 2ª ed. Tradução de Florestan Fernandes. São Paulo: Expressão Popular, 2008

MARX, Karl. Crítica à filosofia do Direito de Hegel. Tradução: Rubens Enderle e Leonardo de Deus. Boitempo: São Paulo - SP, 2010.

MARX, Karl. Diferença entre a filosofia da natureza de Demócrito e a de Epicuro. Tradução: Nélio Schneider. São Paulo: Boitempo, 2018.

MARX, Karl. Manuscritos econômico-filosóficos. Tradução Jesus Ranieri. São Paulo: Boitempo, 2004.

MARX, Karl. O Capital: crítica da economia política burguesa. Livro I: o processo de acumulação do capital. 2 ed. Tradução Rubens Enderle. Boitempo: São Paulo, 2017a.

MARX, Karl. O Capital: crítica da economia política burguesa. Livro III: o processo global da produção capitalista. Tradução Rubens Enderle. Boitempo: São Paulo, 2017b.

MARX, Karl. “Teses sobre Feuerbach”. In: Ludwig Feuerbach e o fim da filosofia alemã clássica. Tradução: Álvaro Pina. Lisboa: Editoral Avante!, 1982.

MCLELLAN, David. Marxism and Religion: a description and assessment of the Marxist Cririque of Christianity. MACMILLAN: Inglaterra, 1987.

Downloads

Publicado

2021-07-26

Como Citar

REIKDAL LIMA, B. . CONTRIBUIÇÃO PARA UMA TEORIA MARXISTA DA RELIGIÃO: : CONSIDERAÇÕES SOBRE O ASPECTO, O CRITÉRIO E A ESTRUTURA DE UMA TEORIA CRÍTICA. Polymatheia - Revista de Filosofia, [S. l.], v. 14, n. 24, 2021. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/revistapolymatheia/article/view/6578. Acesso em: 28 nov. 2021.

Edição

Seção

Artigos