A EXPERIÊNCIA DO SUBLIME NA CRÍTICA DA FACULDADE DO JUÍZO DE KANT

Autores

  • Bruno Abilio Galvão

Palavras-chave:

Faculdades, Juízo estético, Kant, Natureza, Sublime

Resumo

Para Kant, conhecimento é a submissão do sensível às faculdades transcendentais do sujeito, de acordo com a relação entre elas, teremos diferentes tipos de juízos. Quanto a juízos estéticos, se dividem em belo e sublime, assim, nosso foco analítico será a Crítica da faculdade do juízo. O sublime, objeto de nossa investigação, decorre da harmonia entre imaginação e razão. A imaginação é forçada pela razão a apresentar o suprassensível ao experimentar a “natureza selvagem”, manifestada como absolutamente grande (matemático-sublime) e como poder de sobreposição ao sujeito (dinâmico-sublime). Vivencia-se um prazer negativo, havendo medo seguido pela complacência de resistir à natureza.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALMEIDA, Alexandra de. A noção de sublime em Kant e a questão da comoção na arte. 2009. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Programa de Pós-Graduação em Filosofia do Departamento de Filosofia da PUC-Rio. Rio de Janeiro, 2009.

DELEUZE, Gilles. A filosofia crítica de Kant. Lisboa: Edições 70, 1991.

DUVE, Thierry de. Cinco reflexões sobre o julgamento estético. Tradução de Patrícia Chittoni Ramos Reuillard. Revista Porto Arte, Porto Alegre, n 27, p. 43-65, 2009.

GUYER, Paul. Kant. New York: Routledge, 2006.

KANT, Immanuel. Crítica da razão pura (parte 1 – Os pensadores). Trad. Valério Rohden e Udo Baldur Moosburger. 3ª ed. São Paulo: Nova Cultural, 1987.

KANT, Immanuel. Crítica da faculdade do juízo. Trad. Valério Rohden e Antônio Marques. 3ª ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2012.

LEBRUN, Gérard. Sobre Kant. Trad. José Oscar de Almeida Marques, Maria Regina Avelar Coelho da Rocha e Rubens Rodrigues Torres Filho. São Paulo: Iluminuras, 2010.

LYOTARD, Jean-François. Lessons on the analytic of the sublime. Trad. Elizabeth Rottenberg. Stanford: Stanford University Press, 1994.

MURICY, Katia. O sublime e a alegoria. O que nos faz pensar, Rio de Janeiro, n 21, p. 39-52, 2007.

ROSSETTI, Micaela Lüdke. Burke, Kant e Lyotard: reflexões acerca do sublime. Palíndromo, Santa Catarina, n 12, p. 22-40, 2014.

RUFINONI, Priscila Rossinetti. Mimeses do sublime: a recepção de Kant pelo Romantismo e pelo Expressionismo. Trans/Form/Ação, São Paulo, n 30, p. 115-126, 2007.

Downloads

Publicado

2021-07-26

Como Citar

GALVÃO, B. A. . A EXPERIÊNCIA DO SUBLIME NA CRÍTICA DA FACULDADE DO JUÍZO DE KANT. Polymatheia - Revista de Filosofia, [S. l.], v. 14, n. 24, 2021. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/revistapolymatheia/article/view/6565. Acesso em: 20 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos