The “Unachieved” place of art education in the south

  • Rita Emanuela Rainho Brás Doutora em Educação Artística pela FBAUP, Portugal e Membro Investigador Integrado no i2ADS - Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto https://orcid.org/0000-0003-0741-0435
  • Ana Sofia da Cunha Bessa Reis Doutoranda em Educação Artística na Universidade do Porto e Investigador Colaborador no i2ADS - Faculdade de Belas Artes da da Universidade do Porto
Palavras-chave: educação artística, projeto utópico, desconseguimento

Resumo

Este artigo apresenta as pesquisas de doutoramento de suas autoras, que questionam a ponte entre a utopia e a realidade vivenciada na Mindelo_Escola Internacional de Arte (M_EIA), reconhecida juridicamente como Instituto Universitário de Arte, Tecnologia e Cultura, o primeiro espaço de Ensino Superior nas áreas das artes e do design em Cabo Verde, constituindo um projeto singular, irreverente, na luta por práticas de educação artística informadas por políticas descolonizadas. Criado em 2004, esse projeto utópico lança suas âncoras às práticas, promovendo a cultura e o desenvolvimento do país, por meio de uma relação com os projetos de desenvolvimento local do Atelier Mar, consolidando a longa experiência na área da educação artística. As tensões surgem entre as expectativas sobre o carácter experimental e local da M_EIA e sua regulamentação e (não) conformidade com o conhecimento hegemónico em educação artística ou os modelos de desenvolvimento estranhos à realidade cabo-verdiana.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Ausubel, D. P. (1960). The use of advance organizers in the learning and retention of meaningful verbal material. Journal of Educational Psychology, 51, 267-272.

Freire, P. (1987). Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro, RJ: Paz e Terra.

Greene, M. (1995). El profesor como extranjero. In J. Larrosa (Ed.), Déjame que te cuente (pp. 81-130). Barcelona, España: Alertes.

Hooks, B. (2013). Ensinando a transgredir: a educação como prática da liberdade. São Paulo, SP: Martins Fontes.

Larrosa, J. B. (2002). Notas sobre a experiência e o saber de experiência. Revista Brasileira de Educação, 19, 20-28.

Lopes, L. (2012). M_EIA, um laboratório, um projecto de ensino artístico e do design em plano Atlântico Médio. In C. Martins, M. Terrasêca, & V. Martins (Orgs.), À procura de renovações. De estratégias e de narrativas sobre educação artística (pp. 247-250). Porto, Portugal: GESTO.

Publicado
2019-07-31
Como Citar
Brás, R. E., & Reis, A. S. (2019). The “Unachieved” place of art education in the south. Conhecer: Debate Entre O Público E O Privado, 9(23), 16 - 28. https://doi.org/10.32335/2238-0426.2019.9.23.1134
Seção
Artigos