A crueldade na psicanálise e o pensamento do incondicional em Jacques Derrida

Autores

  • Martha Luiza Macedo Costa Bernardo Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Palavras-chave:

Derrida, psicanálise, sujeito, Artaud, incondicional

Resumo

Resumo: o presente artigo busca analisar as implicações do pensamento da crueldade em Artaud e Freud para a psicanálise. Para isso, recorre ao filósofo Jacques Derrida, que as pensou, sobretudo, no campo da ética e da prática psicanalítica. A crueldade impõe ainda uma revisão do conceito de sujeito – sobre a qual nos deteremos, que já havia sido posta em marcha por Derrida desde 1967, em Freud e a cena da escritura. Em seguida, abordaremos o conceito de incondicionalidade formulado por Derrida, como um novo horizonte para a compreensão do sujeito e para a prática ético-política e social da psicanálise.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-07-12

Como Citar

MACEDO COSTA BERNARDO, M. L. A crueldade na psicanálise e o pensamento do incondicional em Jacques Derrida. Kalagatos , [S. l.], v. 19, n. 2, p. eK22025, 2022. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/kalagatos/article/view/8186. Acesso em: 13 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos