A última tentação do paralelismo na interpretação da filosofia de Espinosa

Autores

  • Ericka Marie Itokazu Doutora em Filosofia pela Universidade de São Paulo, pós-doutoranda pela mesma universidade

Palavras-chave:

Espinosa. Paralelismo. Espinosismo. Atributos. Psicofisiologismo.

Resumo

Há um certo cruzamento entre a história do paralelismo como ferramenta interpretativa da filosofia de Espinosa e a própria história do espinosismo, contudo, este artigo pretende apenas 1) analisar o seu período mais recente quando, no século XX, o paralelismo ganha lugar central nos estudos espinosistas sob um modelo bastante peculiar, a saber, o paralelismo psicofísico; 2) analisar as consequências filosóficas nas pesquisas sobre a problemática relação corpo-mente; 3) verificar se existem outros paralelismos além do modelo psicofisiológico.

Arquivos adicionais

Publicado

2009-02-03

Como Citar

Itokazu, E. M. (2009). A última tentação do paralelismo na interpretação da filosofia de Espinosa. Revista Conatus - Filosofia De Spinoza (ISSN 1981-7509), 4(8), 37–46. Recuperado de https://revistas.uece.br/index.php/conatus/article/view/4756