IMPÉRIO, IDEOLOGIA E ARTE

ENTRETENIMENTOS POPULARES NA INGLATERRA DE FINS DO SÉCULO XIX

Autores

  • Thiago Romão de Alencar UFF

Palavras-chave:

Imperialismo, Ideologia, Inglaterra, Lazer popular

Resumo

O imperialismo capitalista surgido no século XIX trouxe consigo modos específicos de se interpretar o mundo, essenciais para a manutenção desse sistema. As modificações no modo de produção capitalista e, especialmente, a consequente formação de um império ultramarino, precisavam ser explicadas e aceitas por toda a sociedade inglesa. A ideologia imperial surgida nesse período difundiu-se por toda a sociedade, auxiliando a disputa pela hegemonia e o convencimento de todas as classes da justiça da causa imperial. Esse ethos imperial se difunde pela sociedade, influenciando decisivamente o nacionalismo inglês dali em diante. Uma das principais fontes para se avaliar a difusão da ideologia imperial em amplas camadas da população é o lazer popular, que em tese não está submetido diretamente às intenções das classes dominantes. É através do music hall e do melodrama que buscarei mapear a forçar do nacionalismo imperial do período, ao mesmo tempo em que apontarei para os avanços e limites dessa ideologia e para as diversas formas de nacionalismo que coexistiram no período em questão.

Biografia do Autor

Thiago Romão de Alencar, UFF

Mestre em História Social pela Universidade Federal Fluminense. Bolsista CNPq. E-mail: thiagobono@yahoo.com.br

Publicado

2022-01-12

Como Citar

ALENCAR, T. R. de . IMPÉRIO, IDEOLOGIA E ARTE: ENTRETENIMENTOS POPULARES NA INGLATERRA DE FINS DO SÉCULO XIX. Revista de História Bilros: História(s), Sociedade(s) e Cultura(s), [S. l.], v. 3, n. 04, 2022. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/bilros/article/view/7659. Acesso em: 1 jul. 2022.

Edição

Seção

ARTIGOS