“SEMPRE MUITO OBEDIENTE E COM HONRADO PROCEDIMENTO”

O DISCURSO DO MÉRITO DOS CANDIDATOS AO GOVERNO DA CAPITANIA DO RIO GRANDE (1700 -1739)

Autores

  • Leonardo Paiva de Oliveira UFRN

Palavras-chave:

Mercê, Mérito, Governo, Rio Grande

Resumo

A política de distribuição de mercês por parte da Coroa portuguesa durante o período moderno fez parte de um sistema estratégico que possibilitava estimular os seus súditos a realizar o Real serviço, premiando aqueles que se mostravam leais vassalos e que contribuíam para a expansão e bom funcionamento do império. Aproveitando-se desse sistema, todos aqueles que pediam uma mercê em troca de seus serviços, tentavam se colocar como merecedores de tal graça, afirmando em suas petições todos os serviços que já tinha prestado à Coroa e narrando suas conquistas e sofrimentos, em uma tentativa de comover o centro político de seu merecimento em conquistar a mercê. Tendo isso em vista, esse trabalho pretende analisar as estratégias discursivas utilizadas pelos suplicantes que concorriam ao cargo de capitão-mor do Rio Grande durante a primeira metade do século XVIII.

Biografia do Autor

Leonardo Paiva de Oliveira, UFRN

Graduando em história pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Orientado pela professora doutora Carmen Margarida Oliveira Alveal. O autor é membro do Laboratório de Experimentação em História Social (LEHS) e bolsista de iniciação científica financiado pela PROPESQ/UFRN. E-mail: leonardopaivalpo@gmail.com

Publicado

2022-01-12

Como Citar

OLIVEIRA, L. P. de . “SEMPRE MUITO OBEDIENTE E COM HONRADO PROCEDIMENTO”: O DISCURSO DO MÉRITO DOS CANDIDATOS AO GOVERNO DA CAPITANIA DO RIO GRANDE (1700 -1739). Revista de História Bilros: História(s), Sociedade(s) e Cultura(s), [S. l.], v. 3, n. 04, 2022. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/bilros/article/view/7653. Acesso em: 1 jul. 2022.

Edição

Seção

ARTIGOS