A “CIVILIZAÇÃO” NA FORTALEZA DO INÍCIO DO SÉCULO XX

UM DIÁLOGO COM NORBERT ELIAS

Autores

  • Maria Adaiza Lima Gomes Universidade Estadual do Ceará - UECE

Palavras-chave:

Civilização, Cidade, Comportamento

Resumo

O trabalho aqui apresentado discute a cidade de Fortaleza, entre as décadas de 1900 e 1930, no que se refere às transformações pelas quais esta passou neste período e a uma tentativa, por parte dos setores dominantes, de estabelecer um padrão de comportamento tido como civilizado para seus habitantes, principalmente para as camadas populares. A cidade, nesse período, passava por uma série de mudanças que iriam influenciar as preocupações com sua organização, higienização e seu “progresso”, principalmente por parte das elites e dos poderes públicos locais. Deste modo, os comportamentos tidos por estes grupos como transgressores passaram a ser combatidos com uma maior intensidade. Com isso, dialogando, principalmente, com Norbert Elias, buscamos perceber de que modo buscou-se inserir um “processo civilizador” na cidade de Fortaleza no período estudado.

Biografia do Autor

Maria Adaiza Lima Gomes, Universidade Estadual do Ceará - UECE

Graduada em História pela Universidade Estadual do Ceará (2012). Atualmente é discente do Mestrado Acadêmico em História e Culturas da mesma universidade, onde atua com pesquisa no campo dos hábitos e costumes, analisando a atuação do jornal fortalezense O Nordeste; na tentativa de estabelecer um padrão comportamental para a população de Fortaleza no início do século XX. E-mail: adaizagomes@hotmail.com

Publicado

2022-01-08

Como Citar

GOMES, M. A. L. . A “CIVILIZAÇÃO” NA FORTALEZA DO INÍCIO DO SÉCULO XX: UM DIÁLOGO COM NORBERT ELIAS. Revista de História Bilros: História(s), Sociedade(s) e Cultura(s), [S. l.], v. 2, n. 03, 2022. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/bilros/article/view/7583. Acesso em: 9 ago. 2022.

Edição

Seção

ARTIGOS