Indicadores da Política Fiscal do Estado do Ceará (2007 - 2014)

  • Takeshi Cardoso Koshima
  • Maria Lírida Calou de Araújo e Mendonça
Palavras-chave: Política Fiscal. Indicadores Fiscais. Despesas Orçamentárias.

Resumo

O artigo objetiva apresentar um conjunto de indicadores da Política Fiscal do Estado Ceará do período de 2007 a 2014. Trata-se, inicialmente, o conceito de Política Fiscal e o papel do Estado dentro de uma perspectiva histórica da evolução das teorias Keynesianas e Ortodoxas. Também são retratadas críticas ao pensamento hegemônico que retira autonomia dos gestores públicos na condução da Política Fiscal. Em seguida são apresentados e analisados indicadores fiscais de fluxo e de estoque no âmbito da LRF, do PAF do BACEN. Por fim, são demonstradas as Despesas Orçamentárias por Função, a fim de identificar quais áreas foram priorizadas pelo Estado do Ceará nesse intervalo de tempo. Para tanto, como
metodologia, utiliza-se da pesquisa documental e bibliográfica.

Referências

ALBUQUERQUE, Claudiano Manoel de. Gestão de Finanças Públicas. Brasília:[s.n.], 2008.

ASSAF NETO, Alexandre. Mercado Financeiro. São Paulo: Atlas, 2014.

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO CEARÁ. Gestão Fiscal. 2016. Disponível em: <http://www.al.ce.gov.br/index.php/transparencia/gestao-fiscal>. Acesso em: 20 dez. 2016.

BACEN, Banco Central do Brasil. Regimento Interno. [201-?]. Disponível em: <https://www.bcb.gov.br/Adm/sobre/port/regimentointerno.asp>. Acesso em 15 mar. 2017.

______. Séries Temporais. 2017. Disponível em: <http://www.bcb.gov.br/pt-br/#!/n/seriesp>. Acesso em: 10 fev. 2017.

CEARÁ. Programa de Reestruturação e Ajuste Fiscal do Estado do Ceará. Período 2016-2019 (18ª revisão) – Termo de Entendimento Técnico entre o Estado do Ceará e a Secretaria do Tesouro Nacional. Fortaleza, 2016a. Disponível em: <http://www.sefaz.ce.gov.br/Content/aplicacao/internet/financas_publicas/gerados/paf.asp>. Acesso em: 14 fev. 2017.

______. Sistema Governamental de Gestão por Resultados - S2GPR. 2016b.

FORTUNA, Eduardo. Mercado Financeiro: produtos e serviços. Rio de Janeiro: Qualitymark, 1999.

GIAMBIAGI, Fábio; ALÉM, Ana Cláudia. Finanças Públicas. Rio de Janeiro: Campus, 2011.

GIUBERTI, Ana Carolina. Instituições orçamentárias e política fiscal no Brasil: governo federal-1965 a 2010. 2012. 268 f. Tese (Doutorado em Ciências) - Departamento de Economia da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012. Disponível em: <http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12140/tde-31082012-193530/publico/AnaCarolinaGiuberti.pdf>. Acesso em: 23 jul. 2015.

GREMAUD, Amaury Patrick. Economia brasileira contemporânea. São Paulo: Atlas, 2002.

KHAN, Aman; HILDRETH, W. Bartley. Budget Theory in the public sector. London: Greenwood Publishing Group, 2002.

LAMPREIA, Luiz Felipe. Relatório brasileiro sobre desenvolvimento social. Estudos Avançados, v. 9, n. 24, p. 9-74, 1995. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/ea/v9n24/v9n24a03.pdf>. Acesso em: 08 abr. 2017.

LOPREATO, F. L. O papel da política fiscal: um exame da visão convencional. Instituto de Economia, Unicamp, 2006 (Texto para discussão, n. 119). Disponível em: < http://www.eco.unicamp.br/docprod/downarq.php?id=1749&tp=a >. Acesso em: 01 fev. 2015.

MANKIW, N. Gregory. Macroeconomia. Rio de Janeiro: LTC, 2008.

MELKERS, Julia E.; WILLOUGHBY, Katherine G. Budgeters' Views of State Performance-Budgeting Systems: Distinctions across Branches. Public Administration Review, v. 61, n. 1, p. 54-64, 2001. Disponível em: <http://idrc.znufe.edu.cn/mwg-internal/de5fs23hu73ds/progress?id=MiWqKCIA8-o1r-PozGsJ8XOhrDLA6bp1uQHT9xg0EkI,>. Acesso em: 2 jul. 2015.

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO CEARÁ. Limite de Gastos com Pessoas (Relatório de Gestão Fiscal). 2016. Disponível em: <http://www.mpce.mp.br/portal-da-transparencia/execucao-orcamentaria/limite-de-gastos-com-pessoas-relatorio-de-gestao-fiscal/>. Acesso em: 20 dez. 2016.

MONTES, Gabriel Caldas; ALVES, Rômulo do Couto. O debate acerca dos objetivos e condução da política fiscal: uma abordagem crítica à visão convencional. Economia e Sociedade, Campinas, v. 21, n.2, p. 363-386, ago. 2012. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/ecos/v21n2/a06v21n2.pdf >. Acesso em: 27 jan. 2015.

PERRY, Guillermo E. et al. Fiscal Policy, Stabilization and Growth. Fiscal Policy, Stabilization, and Growth. Washington – DC: The World Bank, 2008.

PINHO, Diva Benevides; VASCONCELOS, Marco Antonio Sandoval de (Org.). Manual de Economia. São Paulo: Saraiva, 2004.

RUBIN, Irene S. Budget Theory and Budget Practice: Mow Good the Fit?. Public Administration Review, v. 50, n. 2, p. 179-189, 1990. Disponível em: <http://kisi.deu.edu.tr/yesim.kustepeli/3-irenerubin.pdf>. Acesso em: 23 jul. 2015.

______. The politics of public budgeting: Getting and spending, borrowing and balancing. CQ Press, 2009. Disponível em: <http://www.gbv.de/dms/zbw/746343760.pdf>. Acesso em: 2 jul. 2015.

SANTISO, Carlos. Budget institutions and fiscal responsibility: parliaments and the political economy of the budget process. 2005a. Disponível em: <http://siteresources.worldbank.org/WBI/Resources/Budget_Institutions_and_fiscal_responsibility_FINAL.pdf>. Acesso em: 2 jul. 2015.

______. Legislatures and Budget Oversight in Latin America. OECD Journal on Budgeting, v. 4, n. 2, p. 47-76, 2005b. Disponível em: <http://www.oecd.org/gov/budgeting/43488676.pdf>. Acesso em: 2 jul. 2015.

SECRETARIA DA FAZENDA DO ESTADO DO CEARÁ – SEFAZ-CE. Lei de Responsabilidade Fiscal. 2016. Disponível em: <http://www.sefaz.ce.gov.br/Content/aplicacao/internet/financas_publicas/gerados/lrf.asp>. Acesso em: 20 dez. 2016.

______. Programa de Ajuste Fiscal – PAF. 2017. Disponível em: <http://www.sefaz.ce.gov.br/Content/aplicacao/internet/financas_publicas/gerados/paf.asp>. Acesso em: 15 jan. 2017.

SECRETARIA DO TESOURO NACIONAL - STN. Competências. [201-?]a. Disponível em: <http://www.tesouro.fazenda.gov.br/-/competencias>. Acesso em: 15 mar. 2017.

______. Consolidação das Contas Públicas. 2017. Disponível em: <https://www.tesouro.fazenda.gov.br/balanco-do-setor-publico-nacional-bspn->. Acesso em: 28 mar. 2017.

______. Estatísticas de Finanças Públicas. 2015. Disponível em: <http://www.tesouro.fazenda.gov.br/documents/10180/445678/CPU_Modulo+18+_Apostila+Estat%C3%ADsticas+de+Finan%C3%A7as+P%C3%BAblicas.pdf/9fd149da-8e2f-4a21-9fb6-084f83f0697c>. Acesso em: 7 fev. 2017.

______. Manual de Contabilidade Aplicada ao Setor Público: Exercício 2017. 7ª Ed. 2016a. Disponível em: <http://www.tesouro.fazenda.gov.br/mcasp>. Acesso em: 14 fev. 2017.

SHAH, Anwar (Ed.). Local budgeting. New York: World Bank Publications, 2007.

SIMONSEN, Mario Henrique. Macroeconomia. São Paulo: Atlas, 2009.

TANZI, Vito. The role of the state and public finance in the next generation. OECD Journal on Budgeting, v. 8, n. 2, p. 1-27, 2008. Disponível em: <http://www.oecd.org/gov/budgeting/43410951.pdf>. Acesso em: 13 jul. 2015.

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO CEARÁ. Gestão Fiscal. 2016. Disponível em: <http://www.tce.ce.gov.br/orcamento/gestao-fiscal>. Acesso em: 20 dez. 2016.

TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DO ESTADO DO CEARÁ. Lei de Responsabilidade Fiscal. 2016. Disponível em: <http://www.tcm.ce.gov.br/s131/index.php/gestao_fiscal>. Acesso em: 20 dez. 2016.

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO CEARÁ. Serviços: Relatório de Gestão Fiscal. 2016. Disponível em: <http://www.tjce.jus.br/transparencia/servicos-relatorio-gestao-fiscal/>. Acesso em: 20 dez. 2016.

VICECONTI, Paulo Eduardo Vilchez. Introdução à economia. São Paulo: Frase Editora, 2005.

Publicado
2017-08-01
Seção
Artigos