Pavilhões do Primeiro Comando da Capital

tensões e conflitos em uma unidade prisional de segurança máxima em Minas Gerais

Autores

  • Ludmila Ribeiro
  • Victor Neiva Oliveira
  • Luiza Bastos

Palavras-chave:

pcc, Penitenciária Nelson Hungria, RMBH, Minas Gerais

Resumo

Este artigo tem como objetivo central analisar as mudanças na sociabilidade prisional com a chegada de presos pertencentes ao Primeiro Comando da Capital (PCC) ao sistema penitenciário da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), no estado de Minas Gerais. Para tanto, reconstituímos a chegada e a rotina desses presos na Penitenciária Nelson Hungria, única unidade de segurança máxima do estado, descrevemos as estratégias às quais essa organização criminosa tem recorrido para instaurar o seu domínio. Por fim, problematizamos a extensão e os limites de poder do PCC frente às especificidades da dinâmica do “mundo do crime” mineiro. 

Downloads

Publicado

2019-12-13

Como Citar

RIBEIRO, L.; OLIVEIRA, V. N.; BASTOS, L. Pavilhões do Primeiro Comando da Capital: tensões e conflitos em uma unidade prisional de segurança máxima em Minas Gerais. O Público e o Privado, Fortaleza, v. 17, n. 33 jan.jun, p. 213–241, 2019. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/opublicoeoprivado/article/view/2264. Acesso em: 16 abr. 2024.