Cartografias da prisão à céu aberto

modos de subjetivação de policiais penais em análise

Autores

DOI:

https://doi.org/10.52521/22.10795

Resumo

Resenha de obra fruto da tese de doutorado do psicólogo Rafael Figueiró.

Biografia do Autor

Leonardo Cavalcante de Araújo Mello, Centro Universitário de Brasília

Professor do Centro Universitário de Brasília, Doutor em Psicologia do Desenvolvimento e Escolar pela Universidade de Brasília, Doutor em Psicologia do Desenvolvimento e Escolar (UnB).

Referências

DELEUZE, G; & GUATTARI, F. Mil platôs: capitalismo e esquizofrenia, vol. 01. São Paulo: Editora 34, 1995.

FIGUEIRÓ, R. A. “Eu tenho medo de viver lá fora”: cartografia do trabalho do policial penal. São Paulo: Editora Dialética, 2022.

FOUCAULT. M. A verdade e as formas jurídicas. Rio de Janeiro: Nau Editora, 2002.

FOUCAULT, M. Vigiar e Punir: história da violência nas prisões. Petrópolis, RJ: Vozes, 2007.

LOURAU, R. A Análise Institucional. Petrópolis, RJ: Vozes, 1995.

Downloads

Publicado

2024-06-07

Como Citar

MELLO, L. C. de A. Cartografias da prisão à céu aberto: modos de subjetivação de policiais penais em análise. O Público e o Privado, Fortaleza, v. 22, n. 46, p. 185–188, 2024. DOI: 10.52521/22.10795. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/opublicoeoprivado/article/view/10795. Acesso em: 13 jul. 2024.