Desafios na Resolução de Conflitos no Ambiente Escolar:

práticas restaurativas na educação

  • Cristiane Vilhena de Souza
  • Kátia Paulino dos Santos
Palavras-chave: conflitos, violência, práticas restaurativas, políticas educacionais

Resumo

A escola tem sido palco de conflitos e violência e o alvo são as crianças e adolescentes, que em algum momento são vítimas e em outros momentos são infratores. Tais acontecimentos despertam o interesse em compreender estes fenômenos de forma ampla e suas consequências no dia-a-dia das escolas. Este estudo investigou o funcionamento de uma política pública voltada para a resolução de conflitos no ambiente escolar. Baseada em uma metodologia qualitativa e na técnica do estudo de caso, foi analisada a criação do Núcleo de Práticas Restaurativas (NPR) na Escola E. José Ribamar Pestana, localizada no município de Santana/AP. Sua clientela apresenta diferentes níveis de risco social, refletindo no ambiente educacional ações violentas. Este núcleo objetiva promover a cultura de paz, através da mediação de conflitos e da realização de atividades preventivas, utilizando a metodologia do Círculo Restaurativo e da Comunicação Não-Violenta. Verificou-se que, apesar de recém-implantado, vem provocando mudanças significativas na comunidade escolar e reduziu o número de casos de violência no ambiente escolar.

Publicado
2019-09-02
Seção
Artigos