Escola Família Agroextrativista do Cedro/Tartarugalzinho:

uma política pública educacional para a formação de trabalhadores do campo

  • Cristilene de Moura Mendonça
  • Alexandre de Almeida Barbalho
Palavras-chave: políticas públicas, educação do campo, escola família, formação, potencialidades agroextrativistas

Resumo

O presente estudo intitulado: “Escola Família Agroextrativista do Cedro/Tartarugalzinho: uma Politica Pública Educacional para a formação de trabalhadores do campo” possui como eixo central compreender em que medida a politica pública educacional, voltada para a Educação do Campo, implementada por meio da Escola Família Agroextrativista do Cedro/ Tartarugalzinho influência na formação dos trabalhadores do campo e, no consequente desenvolvimento da produtividade agroextrativistas da comunidade. Para tanto, realiza uma breve abordagem sobre a história da Educação do Campo no Brasil; da criação das Escolas Famílias; da trajetória dessas escolas no Amapá; bem como evidencia a legislação vigente no país, quanto ao amparo para a Educação do Campo. A pesquisa se deu em uma abordagem qualitativa, tendo como principais técnicas de coletas de dados: levantamento bibliográfico, entrevista semiestruturada, observação e visita in loco. Os resultados obtidos demonstram a importância da Escola Família Agroextrativista do Cedro para a comunidade envolvida, em virtude de sua contribuição com a formação integral dos alunos e desenvolvimento das potencialidades produtivas nas propriedades familiares. Contudo, a falta de políticas públicas eficazes e a falta de regularidade do repasse financeiro pelo Governo de Estado, estão comprometendo o andamento das atividades do processo ensino-aprendizagem, bem como, a manutenção da escola

Publicado
2019-09-02
Seção
Artigos