Sobre o Portal

O Portal de Periódicos da UECE (PPU) é um projeto que visa o desenvolvimento, a democratização do acesso à pesquisa científica e a qualificação dos periódicos da Universidade Estadual do Ceará. Utilizando a plataforma Open Journal Systems (OJS) na versão 3.3.0.13, desenvolvido pelo Public Knowledge Project (PKP), objetiva a construção e a gestão de publicações periódicas eletrônicas. 

Os periódicos circunscritos ao PPU publicam nas diversas áreas de pesquisa, a saber: Filosofia; Educação; Linguística Aplicada; História; Química; Geografia; Física; Ciência Política; Nutrição e Saúde; Relações Internacionais; Matemática e História da Matemática; Sociologia; Políticas Públicas; Psiquiatria; Medicina Veterinária; e Ciência da Computação. Ao todo, somam-se 24 periódicos científicos hospedados no PPU, que disseminam conhecimento qualificado na sociedade.

Os trabalhos podem ser produzidos por graduandos, pós-graduandos e profissionais de diversas áreas, consoante a especificidade do regimento do periódico. Logo, o autor deve verificar as normas de submissão do periódico científico para identificar o grau de formação e as tipologias aceitas que constituem requisitos para publicação.

Objetivos do portal

  • Promover a visibilidade (inter)nacional das produções científicas editadas na instituição no âmbito dos periódicos científicos;
  • Proporcionar o acesso gratuito ao conhecimento científico para toda comunidade; 
  • Promover o desenvolvimento entre os periódicos científicos da instituição;
  • Capacitar os editores quanto ao manuseio da plataforma Open Journal Systems (OJS);
  • Ampliar a aderência das revistas aos princípios da ciência aberta.

Histórico

Em 2001, através do Departamento de Informática (DI) vinculado a Universidade Estadual do Ceará (UECE), foi instalado o Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas (SEER) baseado no software Open Journal Systems (OJS) desenvolvido pelo Public Knowledge Project (PKP).

Em 2017, havia cerca de 20 periódicos científicos hospedados na plataforma OJS na versão 2.4.8.1. Até então, os periódicos pertencentes ao Portal eram vinculados a grupos de pesquisa, projetos de extensão, centros, cursos, laboratórios, programas de pós-graduação e professores de maneira individual e personalizada.

Em março de 2018, com a constatação da ausência de interoperabilidade da plataforma antiga por meio de uma análise dos metadados e protocolos Open Archives Initiative - Protocol for Metadata Harvesting (OAI-PMH), que impedia o compartilhamento de informações em base de dados, buscadores e indexadores e sua respectiva inclusão nesses espaços, a plataforma foi reinstalada em versão OJS 3.1.0.1, fazendo com que as equipes editoriais migrassem os trabalhos acadêmicos anteriormente publicados para a nova plataforma. Assim, durante o trajeto de migração o Portal de Periódicos estava hospedado em dois endereços, de 2017 até 2022, um endereço na versão 2.3.3.3 e outro endereço na versão 3.2.1.3.

Em 2022, a partir de uma comissão instituída pelo vice-reitor, um representante da Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROPGPq), um representante da editora da UECE e uma editora da Educação & Formação, foi delineado um organograma para regulamentar o PPU. 

Em 14 de março de 2022, o professor e vice-reitor da Universidade Estadual do Ceará publicou a resolução nº 1751 pelo Conselho Universitário (CONSU), que objetivava regulamentar e oficializar o PPU. Essa publicação possibilitou a gestão, o financiamento e a qualificação das revistas científicas da instituição.

Como resultado, foi eleito em reunião com os editores das revistas (i) uma Coordenação formado por:  um coordenador, um gerente de portal e um formador permanente; e (ii) um Conselho Consultivo formado por: um coordenador do Portal, um representante da Pró-Reitoria de Pós Graduação e Pesquisa (PROPGPq), um representante da Editora da UECE (EdUECE), um representante do Sistema de Bibliotecas da UECE, e três representantes dos editores, eleitos por seus pares.

Desde então, o Portal de Periódicos da UECE tem realizado reuniões de planejamento e formações para desenvolver melhores práticas na produção e divulgação da ciência aberta com ética e responsabilidade.