Aqui nós mandamos

o alistamento eleitoral de 1876 nas Vilas de Corrente e Parnaguá sob a égide da Lei do Terço

Autores

Palavras-chave:

Oligarquia, Alistamento eleitoral, História do Piauí

Resumo

Em 1876 foi realizado nas Vilas de Corrente e Parnaguá, interior do Piauí, o alistamento eleitoral em obediência aos decretos 2.675/1875 e 6.097/1876, as referidas atas ou livros de alistamento se encontram no Arquivo Público do Piauí, e são subsídios importantes para o estudo da sociedade da época. O presente artigo se debruça nos respectivos alistamentos, que são documentos valiosos para a compreensão da estrutura política e econômica e da sociedade local, mormente em cotejo com outros documentos, como inventários e a bibliografia política local. Desta feita, foi possível, constatar fraudes no alistamento, notadamente a inclusão de crianças e adolescentes, duplicidade de domicílio eleitoral, além das fraudes, a partir da declaração de renda é possível detectar a concentração de capital na mão de poucas famílias que, mantiveram até o fim do século XIX, o poder local em suas mãos como verdadeiras oligarquias.

Referências

ALENCASTRO, Luiz Felipe de. Vida privada e ordem privada no Império. In: ALENCASTRO, Luiz Felipe de. (Org.). História da vida privada no Brasil. São Paulo: Cia. das Letras, 1997a. v.2: A Corte e a modernidade nacional.

ALENCAR, Ana Valderez A.N de. A cidadania e a nacionalidade na Constituição do Império. Revista de Informação Legislativa, Brasília, v. 11, n. 41, p. 165-192, jan. 1974. Trimestral. Disponível em: http://www2.senado.leg.br/bdsf/handle/id/496774. Acesso em: 24 mar. 2023

ALISTAMENTO de 1876: Vila de Corrente. Teresina: Casa Anísio Brito, Caixa Corrente, 1876.

ALISTAMENTO de 1876: Vila de Parnaguá. Teresina: Casa Anísio Brito, Caixa Parnaguá, 1876.

A IMPRENSA. Teresina, 17 dez. 1881. Disponível em: http://memoria.bn.br/DocReader/DocReader.aspx?bib=783765&pesq=%22Oliveira%20Mascarenhas%22&hf=memoria.bn.br&pagfis=2147. Acesso em: 26 mar. 2023.

ALMANAK PIAUIENSE. Teresina. 1877. Disponível em http://memoria.bn.br/DocReader/DocReader.aspx?bib=816132&pesq=%22JOs%C3%A9%20de%20seixas%22&pasta=ano%20187&hf=memoria.bn.br&pagfis=41 acesso em 26 mar. 2023

ALTERAÇÃO dos Subdistritos especiais de Parnaguá. A Opinião Conservadora. Teresina, p. 2-2. 9 jan. 1875. Disponível em: http://memoria.bn.br/DocReader/DocReader.aspx?bib=844098&pesq=%22Rodrigues%20Alves%22&hf=memoria.bn.br&pagfis=183. Acesso em: 07 abr. 2023.

BARROS, Jesualdo Cavalcanti. Memórias dos Confins: a saga de vaqueiros, heróis e jagunços nos ermos sertões onde começou o Piauí. Teresina: Gráfica do Povo, 2005. 396 p

BATIZADOS: Paróquia de Parnaguá (1855). Parnaguá: Paróquia de Nossa Senhora do Livramento, 1855-1860.

BRASIL. Rio de Janeiro, RJ, Disponível em: https://legis.senado.leg.br/norma/386137/publicacao/15633544. Acesso em: 26 mar. 2023.

BRASIL. Ministério da Indústria, Viação e Obras Públicas, Diretoria Geral de Estatística (1898). «Synopse do recenseamento de 31 de dezembro de 1890 = précis du recensement du 31 décembre 1890». www2.senado.leg.br. Acesso em 06 de set. 2023.

BRASIL. Rio de Janeiro, RJ, Disponível em: https://www2.camara.leg.br/legin/fed/leimp/1824-1899/lei-387-19-agosto-1846-555122-publicacaooriginal-83186-pl.html. Acesso em: 26 mar. 2023.

BRASIL. Rio de Janeiro, RJ, Disponível em: https://www2.camara.leg.br/legin/fed/decret/1824-1899/decreto-2675-20-outubro-1875-549763-publicacaooriginal-65281-pl.html. Acesso em: 26 mar. 2023.

BRASIL, Censo de 1872. https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv25477_v9_pi.pdf

BRASIL. Constituição (1824). Rio de Janeiro, Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao24.htm. Acesso em: 07 abr. 2023.

CENSO da Fazenda e moradores do Piauí - 1762. 1762. Disponível em: http://biblioteca.interpi.pi.gov.br/. Acesso em: 07 abr. 2023.

CORRENTE. Juízo de Órfãos. Inventário, ano de 1872. Inventariante Benedicta Rosa Louzeiro. Inventariado: Alexandre Francisco da Silva. Fórum da Comarca de Corrente - Pi. Corrente, Caixa 1.

CORRENTE. Juízo de Órfãos. Inventário, ano de 1874. Inventariante Joana Damasceno Nogueira. Inventariado: Manoel Francisco Nogueira. Fórum da Comarca de Corrente - Pi. Corrente, Caixa 1.

CORRENTE. Juízo de Órfãos. Inventário, ano de 1877. Inventariante Mariana de Seixas Louzeiro. Inventariado: Leocádio Lopes Ribeiro. Fórum da Comarca de Corrente - Pi. Corrente, Caixa 2.

CORRENTE. Juízo de Órfãos. Inventário, ano de 1877. Inventariante José de Seixas Louzeiro. Inventariado: Alexandrina da Cunha Ribeiro. Fórum da Comarca de Corrente - Pi. Corrente, Caixa 2.

CORRENTE. Juízo Cível. Inventário, ano de 1885. Inventariante Firmino José da Cunha. Inventariado: Maria Rita de Souza. Fórum da Comarca de Corrente - Pi. Corrente, Caixa 9.

DISPENSAS matrimoniais 1869, Jan-1882, Set. 1869- 1882. Family Search. Disponível em: https://www.familysearch.org/ark:/61903/3:1:939V-BY3N-X?owc=M78S-V68%3A369581401%2C369775401%3Fcc%3D2177273&wc=M78S-KWL%3A369581401%2C369775401%2C369775701&cc=2177273. Acesso em: 07 abr. 2023.

ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CIêNCIA POLÍTICA, 9., 2014, Brasília. POLÍTICA, DIREITO, JUDICIÁRIO E TRADIÇÃO FAMILIAR. Brasília: Academia.Edu, 2014. Disponível em: https://www.academia.edu/7924399/Pol%C3%ADtica_Direito_Judici%C3%A1rio_e_Tradi%C3%A7%C3%A3o_Familiar. Acesso em: 07 abr. 2023.

FAORO, Raymundo. Os Donos do Poder: formação do patronato político brasileiro. 3. ed. São Paulo: Globo, 2001.

FELONIUK, Wagner Silveira. O Desenvolvimento Normativo Do Direito Eleitoral No Período Imperial Brasileiro. Revista Brasileira de História do Direito, online, v. 1, n. 1, p. 73-93, jan. 2015. Anual. Disponível em: https://indexlaw.org/index.php/historiadireito/article/view/654. Acesso em: 23 mar. 2023

GRAHAM, Richard. Escravidão, Reforma e Imperialismo. São Paulo: Pespectiva, 1979.

MATTOS, Hebe; ABREU, Martha; GURAN, Milton. Por uma história pública dos africanos escravizados no Brasil. Estudos Históricos (Rio de Janeiro), [S.L.], v. 27, n. 54, p. 255-273, dez. 2014. FapUNIFESP (SciELO). http://dx.doi.org/10.1590/s0103-21862014000200003.

O PIAUHY. Teresina, 4 jun. 1872. Disponível em: https://memoria.bn.br/DocReader/DocReader.aspx?bib=217204&pesq=%22messias%20Cavalcante%22&hf=memoria.bn.br&pagfis=437. Acesso em: 06 set. 2023.

PROJETO Resgate: Piauí. Piauí. 1684- 1828. Disponível em: http://resgate.bn.br/docreader/DocReader.aspx?bib=016_PI&pesq=%22LUstosa%27&pagfis=2042. Acesso em: 07 abr. 2023.

SOUZA, F. A. A dissimulada arte de produzir exclusões: as reformas que encolheram o eleitorado brasileiro (1881-1930). Revista de História, [S. l.], n. 179, p. 1-35, 2020. DOI: 10.11606/issn.2316-9141.rh.2020.166560. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/revhistoria/article/view/166560. Acesso em: 3 mar. 2023.

VON DENTZ, Marta; SILVA, Roberto Rafael Dias da. Dimensões históricas das relações entre educação e Serviço Social: elementos para uma revisão crítica. Serviço Social & Sociedade, [S.L.], n. 121, p. 7-31, mar. 2015. FapUNIFESP (SciELO). http://dx.doi.org/10.1590/0101-6628.011.

Downloads

Publicado

2023-12-08

Como Citar

SOUZA, K. L. de. Aqui nós mandamos: o alistamento eleitoral de 1876 nas Vilas de Corrente e Parnaguá sob a égide da Lei do Terço. CENTÚRIAS - Revista Eletrônica de História, Limoeiro do Norte, v. 1, n. 3, p. 124–140, 2023. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/centurias/article/view/10538. Acesso em: 13 jul. 2024.