ANÁLISE SOCIOESPACIAL DA ÁREA DE RELEVANTE INTERESSE ECOLÓGICO (ARIE) DO SÍTIO CURIÓ

  • Rondinele Dias dos Santos, SANTOS Universidade Estadual do Ceará - UECE
  • Tatiany Soares de Araujo, ARAUJO Universidade Estadual do Ceará - UECE
  • Maria Lúcia Brito da CRUZ, CRUZ Universidade Estadual do Ceará - UECE
Palavras-chave: Unidades de Conservação, Uso Sustentável, Conservação, Áreas Verdes

Resumo

As Unidades de Conservação têm a função de resguardar o meio ambiente, contudo indaga-se qual finalidade estes espaços representam para sociedade no cenário de expansão urbana. Nesse contexto, temos como recorte espacial a Área de Relevante Interesse Ecológico (ARIE) do Sítio Curió, localizada no município de Fortaleza/CE, apresenta características positivas no aspecto socioespacial e econômico. Dessa forma, objetivou-se compreender o entorno e o estado de conservação da área; realizar o mapeamento socioespacial de uso e ocupação; compreender os limites e delimitações da unidade; entender as políticas sociais do objeto de estudo. A pesquisa apoiou-se nos estudos das relações entre sociedade e natureza, numa análise integrada sobre UCs. No diagnóstico realizado, destacam-se as mudanças e os benefícios da unidade, constatando sua importância para sociedade ao estimular o estilo de vida daqueles que vivem no entorno.

Biografia do Autor

Rondinele Dias dos Santos, SANTOS, Universidade Estadual do Ceará - UECE
Bolsista do Programa de Bolsas de Estudo e Permanência Universitária - PBEPU/PRAE, aluno do Curso de Graduação em Bacharelado em Geografia pela Universidade Estadual do Ceará - UECE. Integrante do Laboratório de Geoprocessamento e Estudos Aplicados - LABGEO. Tem experiência na área de Geografia, com interesse nos temas: Geoprocessamento, Sensoriamento Remoto, Vulnerabilidade Ambiental, Unidades de Conservação, Áreas Verdes, Mapeamento e Estatística.
Tatiany Soares de Araujo, ARAUJO, Universidade Estadual do Ceará - UECE
Geógrafa pela Universidade Estadual do Ceará (UECE). Especialização em Geoprocessamento Aplicado à Análise Ambiental e Recursos Hídricos na UECE. Mestrado em Geografia pelo Programa de Pós-Graduação (PROPGEO/UECE). Doutoranda em Geografia pelo Programa de Pós-Graduação (PROPGEO/UECE). Integrante do Laboratório de Geoprocessamento (LABGEO/UECE). Com experiência na área de Geografia Física e na aplicabilidade das técnicas de Geoprocessamento, atuando principalmente nos seguintes temas: análise geoambiental, cobertura vegetal e uso da terra, cartografia digital, sensoriamento remoto, sistemas de informações geográficas, softwares (ArcGIS, QGIS, Spring, Terra View, BioEstat, R, AutoCAD, Global Mapper, TackMaker, GvSIG).
Maria Lúcia Brito da CRUZ, CRUZ, Universidade Estadual do Ceará - UECE
Tenho graduação em GEOGRAFIA pela Universidade Estadual do Ceará (1986), Especialização em Sensoriamento Remoto pelo Instituto nacional de pesquisas Espaciais - INPE(1989), Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente pela Universidade Federal do Ceará (1998) e Doutorado em Geografia pela Universidade Federal de Pernambuco (2010). Atualmente estou professora da Universidade Estadual do Ceará junto aos cursos de Geografia em nível de Graduação e Pós-Graduação. Tento Ser e Saber Fazer Geografia.
Publicado
2019-01-30
Como Citar
Santos, R., Araujo, T., & CRUZ, M. L. (2019). ANÁLISE SOCIOESPACIAL DA ÁREA DE RELEVANTE INTERESSE ECOLÓGICO (ARIE) DO SÍTIO CURIÓ. CADERNO DE CIÊNCIAS & TECNOLOGIA DA UECE, 1(Especial), 22-42. Recuperado de https://revistas.uece.br/index.php/CCiT/article/view/780