ANÁLISE ESPAÇO-TEMPORAL DO USO E OCUPAÇÃO NA LAGOA DA ITAPERAOBA NO BAIRRO SERRINHA EM FORTALEZA-CE

Autores

  • Cayque Magalhães Bezerra Universidade Estadual do Ceará - UECE
  • Gabriely Lopes Farias Universidade Estadual do Ceará - UECE
  • Ana Carla Alves Gomes Universidade Estadual do Ceará - UECE

Palavras-chave:

Área de Preservação Permanente, Mitigação, Geoprocessamento

Resumo

As mudanças causadas pelas ações antrópicas no espaço urbano das grandes cidades têm provocado formas de uso e ocupação incompatíveis com a capacidade de suporte dos sistemas ambientais, principalmente dos ambientes lacustres. Nesta feita, a presente pesquisa objetiva analisar as formas de uso e ocupação existentes na Área de Preservação Permanente (APP) da Lagoa da Itaperaoba no bairro Serrinha em Fortaleza, Ceará. Para tanto, o trabalho embasa-se em acervo teórico e bibliográfico pertinente, obtenção de dados geocartográficos, trabalho de campo na área da pesquisa e em órgãos específicos e a etapa de gabinete para análise das imagens dos anos 2003 a 2018 obtidas no Gloogle Earth. Os resultados demonstram que a área ainda reserva em maior quantidade sua cobertura vegetal, apesar do intenso processo de descaracterização da mesma nessa faixa temporal, segue-se o solo exposto remetendo-se a porções onde não existe mais vegetação ou uso residencial, e por fim, houve avanço significativo de habitações. Conclui-se que são fundamentais ações de mitigação para evitar a existência e avanço de formas de uso e ocupação indevidas, pois contrariam a capacidade de suporte desses ambientes lacustres, logo, cabe ao órgão responsável maiores ações de monitoramento e fiscalização, além de atividades de conscientização para a população local.

Biografia do Autor

Cayque Magalhães Bezerra, Universidade Estadual do Ceará - UECE

Graduando de Bacharelado em Geografia pela Universidade Estadual do Ceará (UECE) e membro voluntário do laboratório de geoprocessamento e estudos aplicados (LABGEO). Integrante do Grupo de Estudos em Redes pelo Geoprocessamento (GEOREDES).

Gabriely Lopes Farias, Universidade Estadual do Ceará - UECE

Aluna do Curso de Graduação de Bacharelado em Geografia pela Universidade Estadual do Ceará (UECE). Atualmente bolsista de Iniciação Científica, BICT/FUNCAP. Membra do Laboratório de Geoprocessamento e Estudos Aplicados - LABGEO, sendo integrante dos grupos de estudo: Análise Geoambiental do Semiárido e suas Paisagens de Exceção (ANGEO); Análise Geoambiental e Biogeografia Aplicada (BIOGEOGRAFIA); Sensoriamento Remoto e Estudos Aplicados; Estudo em Redes pelo Geoprocessamento (GEOREDES). Tem experiência na área de Geografia, com ênfase nos estudos das Geociências.

Ana Carla Alves Gomes, Universidade Estadual do Ceará - UECE

Possui Graduação em Geografia Bacharelado pela Universidade Estadual do Ceará. Tem experiência na área de Geografia, com ênfase em Análise Geoambiental, Agricultura Urbana e Risco Ambiental. Especialista em Geoprocessamento Aplicado à Analise Ambiental e Recursos Hídricos, Mestre em Geografia pelo programa de pós-graduação em Geografia da UECE. Atualmente é Doutoranda no Programa de Pós Graduação em Geografia da UECE, e participa da Supervisão do Grupo de Estudos Análise Geoambiental do Semiarido e suas Paisagens de Exceção do Laboratório de Geoprocessamento e Estudos Aplicados-Labgeo/UECE

Downloads

Publicado

2021-06-15

Como Citar

Bezerra, C. M., Farias, G. L., & Gomes, A. C. A. (2021). ANÁLISE ESPAÇO-TEMPORAL DO USO E OCUPAÇÃO NA LAGOA DA ITAPERAOBA NO BAIRRO SERRINHA EM FORTALEZA-CE. CADERNOS DE ENSINO, CIÊNCIAS &Amp; TECNOLOGIA, 2(4), 9–27. Recuperado de https://revistas.uece.br/index.php/CCiT/article/view/4848