Introdução à Formação de Audiodescritores

Descrição de Imagens em Provas do Enem

  • Marisa Ferreira Aderaldo
  • Renatta Pires Franco
  • Georgia Tath Lima de Oliveira
Palavras-chave: Pessoas com deficiência visual, Formação de audiodescritores, Audiodescrição

Resumo

A audiodescrição (AD) é um recurso de acessibilidade que, por meio da tradução do texto visual para texto verbal, amplia o entendimento das pessoas com deficiência visual (PcDVs). Apresenta-se atualmente como importante recurso no processo de inclusão dessas pessoas nos espaços da sociedade, desde o lazer e cultura à educação e ao âmbito laboral. O objetivo deste estudo, então, é relatar experiência em análise de imagens presentes em questões do Enem/2015 e suas respectivas audiodescrições, em um minicurso intitulado “Introdução à Audiodescrição”, realizado no escopo do Laboratório de Tradução Audiovisual (LATAV) da Universidade Estadual do Ceará (UECE), no ano de 2016. Os participantes desse minicurso, que visou a formação em nível introdutório de audiodescritores, foram alunos do curso de graduação em Letras e de Pós-Graduação do Programa em Linguística Aplicada (PosLA), ambos da UECE, além de outros interessados normovisuais e de dois alunos PcDVs. O trabalho se fundamentou em estudos da área da Tradução Audiovisual Acessível, em especial no trabalho de Aderaldo (2014) e insights de Motta (2016), com a finalidade de analisar as imagens e elaborar roteiros de audiodescrição. Os resultados obtidos mostraram a importância em promover o letramento visual de audiodescritores roteiristas e consultores, com a finalidade de demarcar a audiodescrição como uma das ferramentas assistivas necessárias ao empoderamento das pessoas com deficiência visual em nossa sociedade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ADERALDO, Marisa F. Proposta de parâmetros descritivos para audiodescrição à luz da interface revisitada entre tradução audiovisual acessível e semiótica social-multimodalidade. Tese (doutorado), Belo Horizonte, MG: Biblioteca da UFMG, 2014.

DE COSTER, Karin; MÜHLEIS, Volkmar. Intersensorial Translation: visual art made up by words. In: CINTAS, Jorge D.; ORERO, Pilar; REMAEL, Aline. Media for all: Subtitling for the deaf, Audio Description, and Sign Language. Amsterdam – New York: Rodopi, 2007.

HOLLAND, Andrew. Audio Description in the Theatre and the Visual Arts: Images into Words. In: CINTAS, Jorge D.; ANDERMAN, Gunilla. Audiovisual Translation: language transfer on screen. New York: Palgrave, Macmillan, 2009.

IBGE. Censo Demográfico 2010: Pessoas com deficiência – Amostra. Disponível em: ˂https://goo.gl/3QygNT˃. Acesso em: 01 de julho de 2017.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA (INEP). Exame Nacional do Ensino Médio (Enem): Relatório Pedagógico 2010- 2011. Brasília: Inep, 2013.

JAKOBSON, R. On linguistic aspects of Translation. In: VENUTI, L. (org.). The translation studies reader. Londres e Nova York: Routledge, 2000/1959, p. 113-118.

JUNQUEIRA, Rogério Diniz, MARTINS, Diléia Aparecida, LACERDA, Cristina Broglia Feitosa. (2017). Política de acessibilidade e exame nacional do ensino médio (ENEM). Educação & Sociedade, 38(139), 453-471. Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-73302017000200453> Acessado em 19 mai 2018.

KRESS, G. Multimodality: a social semiotic approach to contemporary communication. London/New Yourk: Routledge, 2010. Kindle Version. Paginação irregular.

KRESS, G.; VAN LEEUWEN, T. Reading Images: the Grammar of Visual Design. London/New York: Routledge, 1996.

MAGALHÃES, C.; ARAÚJO, V. L. S. Metodologia para elaboração de audiodescrições para museus baseada na semiótica social e multimodalidade. Revista de la Asociación Latinoamericana de Estudios del Discurso, v. 11, n. 1, p. 31-55, 2012.

MOTTA, Lívia M. V. de M. Audiodescrição na escola: abrindo caminhos para a leitura de mundo. In: MOTTA, Lívia M. V. de M. Audiodescrição na escola: abrindo caminhos para a leitura de mundo. Campinas, SP: Pontes Editores, 2016.

PRAXEDES FILHO, Pedro H. L.; MAGALHÃES, Célia M. Audiodescrições de pinturas são neutras? Descrição de um pequeno corpus em português via Sistema de Avaliatividade. In: PONTES, Valdecy de O.; CUNHA, Roseli B.; CARVALHO, Ednúsia P. de; TAVARES, Maria da G. G. 1ª ed. Curitiba, PR: CRV, 2015.

OLIVEIRA JR., J. N. Ouvindo imagens: a audiodescrição de obras de Aldemir Martins. 2011. Dissertação (Mestrado em Letras) – Universidade Estadual do Ceará, Programa de Pós-Graduação em Letras, Fortaleza. Disponível em:

<http://www.uece.br/posla/dmdocuments/JuarezNunesdeOliveiraJ%C3%BAnior> Acessado em: 04 abr. 2012.

O‘TOOLE, M. The Language of Displayed Art. Rutherford, Madison, Teaneck: Fairleigh Dickinson University Press, 1994.

O’TOOLE, M. A systemic functions of art. In: PETER H. F.; GREGORY, M. Discourse in Society: systemic function perspectives: meaning and choice in language: studies for Michael Halliday. Ablex Publ: Westport, 1995. p. 159-180.

O‘TOOLE, M. The Language of Displayed Art. 2ª ed. New York: Routledge, 2011.

PLAZA, J. Tradução intersemiótica. São Paulo: Perspectiva, 1987.

Publicado
2019-12-21
Como Citar
ADERALDO, M. F.; FRANCO, R. P.; DE OLIVEIRA, G. T. L. Introdução à Formação de Audiodescritores. Revista Linguagem em Foco, v. 11, n. 1, p. 51-62, 21 dez. 2019.
Seção
Artigos