ANÁLISE TEMPORAL DA COBERTURA VEGETAL EM TRECHO DO MÉDIO CURSO DA BACIA DO RIO POTI, NORDESTE DO ESTADO DO PIAUÍ

  • Francílio de Amorim dos Santos
  • Cláudia Maria Sabóia de Aquino

Resumo

O objetivo do presente estudo foi realizar uma análise temporal da cobertura vegetal em trecho do médio curso da Bacia Hidrográfica do rio Poti por meio do Índice de Vegetal por Diferença Normalizada (NDVI), relacionando-o às atividades humanas e os, possíveis, processos de degradação advindos dessas práticas no referido trecho. Foram selecionadas imagens da série Landsat, para os anos de 1989, 1999 e 2014, além de dados econômicos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os resultados indicaram redução no padrão de proteção da vegetação (classes média, alta e muito alta) devido diminuição dos cultivos permanentes em 94,4% de 1989 para 2014 e redução das chuvas desde 2010. Houve, ainda, redução dos cultivos temporários, em 72% de 1989 para 2014; redução dos rebanhos (bovino, caprino e ovino) nos municípios onde se situa o trecho do médio curso da Bacia do rio Poti em 41,4%, de 1990 para 2014; diminuição entre os anos de 2004 para 2014 da extração vegetal para produção de carvão vegetal e lenha em 1,1% e 6,6%, respectivamente.
Publicado
2019-02-24
Como Citar
Santos, F. de A. dos, & Aquino, C. M. S. de. (2019). ANÁLISE TEMPORAL DA COBERTURA VEGETAL EM TRECHO DO MÉDIO CURSO DA BACIA DO RIO POTI, NORDESTE DO ESTADO DO PIAUÍ. CADERNO DE CIÊNCIAS & TECNOLOGIA DA UECE, 1(1), 21-35. Recuperado de https://revistas.uece.br/index.php/CCiT/article/view/957