ANÁLISE ESPAÇO-TEMPORAL DO ENTORNO DO RIO MARANGUAPINHO NO BAIRRO ANTÔNIO BEZERRA - FORTALEZA (CE): O ESTUDO DE SUA OCUPAÇÃO

Autores

  • Antonio Igo Aguiar da Paz Igo Aguiar Universidade Estadual do Ceará
  • Gabriely Lopes Farias
  • Lucas Maia Mendonça
  • Pedro Higo Felipe Feijão

Palavras-chave:

Social, Ambiental, Ocupação

Resumo

O presente artigo descreve a situação de abandono e desleixo que envolve a população que reside às margens do Rio Maranguapinho, especificamente no Bairro Antônio Bezerra, ao mesmo tempo que há um foco socioambiental, expondo a relação Homem-Natureza. Para tanto, encontra-se uma problemática de extrema importância, a ocupação e desocupação que acarreta conflitos sociais que destacam a qualidade de gestão política, abordando o conceito de territórios, elemento costumeiro em centros urbanos devido a existência de subcentros. Para tal, o presente artigo foi executado a partir de análises bibliográficas, pesquisas de campo e sobretudo com a utilização do software livre QGIS na versão 2.18.0 e Google Earth para o georreferenciamento das imagens. O artigo abre debate para questões em diversos cunhos, como social, ambiental e de gestões, trazendo consigo a problemática da desocupação da área que é considerada APP. Através de uma análise espaço-temporal pode-se selar a visão que há necessidade do cumprimento de regras por parte das gestões políticas como também da implementação de medidas de educação ambiental.

Downloads

Publicado

2021-06-15

Como Citar

Aguiar, A. I. A. da P. I., Farias, G. L., Mendonça, L. M., & Feijão, P. H. F. (2021). ANÁLISE ESPAÇO-TEMPORAL DO ENTORNO DO RIO MARANGUAPINHO NO BAIRRO ANTÔNIO BEZERRA - FORTALEZA (CE): O ESTUDO DE SUA OCUPAÇÃO. CADERNOS DE ENSINO, CIÊNCIAS &Amp; TECNOLOGIA, 2(4), 81–99. Recuperado de https://revistas.uece.br/index.php/CCiT/article/view/4837