FRAGMENTAÇÃO DO CERRADO MATO-GROSSENSE E SUAS IMPLICAÇÕES SOCIOAMBIENTAIS: UM ESTUDO DE CASO NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO SUSPIRO

Autores

Palavras-chave:

Bacia Hidrográfica do Rio Suspiro. Cobertura e uso da terra. Impactos socioambientais.

Resumo

A partir da década de 1970, com as sucessivas mudanças no setor agropecuário e expansão da agricultura moderna, o Cerrado passou a sofrer uma serie de pressões quanto a exploração de seus recursos naturais. A supressão da cobertura vegetal natural associada às formas de uso e ocupação da terra, ajuda a pensar a apropriação desse Bioma-território, à medida que permite problematizar a forma como os recursos naturais vem sendo usados e impactados. Nesta perspectiva, as bacias hidrográficas configuram áreas prioritárias – e a um só tempo estratégicas – para gestão e conservação dos ecossistemas, visto que ao reconhecerem mudanças na cobertura e uso da terra, podem desencadear diversos impactos socioambientais, como a erosão do solo, assoreamento dos recursos hídricos (rios, lagoas, lagos, etc.), e também a sua disponibilidade para as comunidades. Neste trabalho, objetivamos analisar a dinâmica da fragmentação da cobertura vegetal natural e uso da terra na Bacia Hidrográfica do Rio Suspiro-MT (BHRS), vinculando essas mudanças na cobertura e uso da terra à fragilidade ambiental, utilizando o SIG QGIs 3.0 na análise de diferentes variáveis. A BHRS está localizada na região sudeste do Estado de Mato Grosso, no município de Primavera do Leste, Santo Antônio do Leste e Novo São Joaquim, região onde tem ocorrido um forte processo de incorporação de novas áreas do Bioma pelas atividades agropecuárias. Os resultados revelaram que nas últimas décadas houve uma expansão progressiva das atividades agrícolas em detrimento da cobertura vegetal natural na BHRS, refletindo diretamente na ocorrência de áreas de alta fragilidade ambiental.

Downloads

Publicado

2021-06-15

Como Citar

Silva, I. S. de S., Evangelista, J. P., & Melo, S. C. de. (2021). FRAGMENTAÇÃO DO CERRADO MATO-GROSSENSE E SUAS IMPLICAÇÕES SOCIOAMBIENTAIS: UM ESTUDO DE CASO NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO SUSPIRO. CADERNOS DE ENSINO, CIÊNCIAS &Amp; TECNOLOGIA, 2(4), 28–49. Recuperado de https://revistas.uece.br/index.php/CCiT/article/view/4789