GEOPROCESSAMENTO APLICADO À ANÁLISE DA VULNERABILIDADE SOCIOESPACIAL A INUNDAÇÕES NO BAIRRO COLIBRI (PIRACURUCA - PI)

  • Mayara Jordana de Castro Sousa
  • Francílio de Amorim dos Santos
Palavras-chave: Bairro Colibri; Desastre natural; Setores Censitários; Índice de vulnerabilidade.

Resumo

O crescimento populacional associado à segregação socioespacial tem acentuado a vulnerabilidade socioespacial, posto que a população tenha ocupado as áreas suscetíveis a inundações, caso do bairro Colibri, objeto em estudo. Desse modo, o estudo teve como objetivo analisar a vulnerabilidade socioespacial a inundações dos setores censitários do bairro Colibri, situado no município de Piracuruca, estado do Piauí. A área em estudo diz respeito ao bairro Colibri, localizado na parte sudoeste do município de Piracuruca, estado do Piauí. Ressalta-se que para a realização da pesquisa utilizou-se de levantamento bibliográfico e cartográfico, sendo que este último demandou aquisição de arquivos alfanuméricos e vetoriais, referente às onze variáveis elencadas – demográfica, econômica, educacional e de infraestrutura – para a construção do índice de vulnerabilidade socioespacial a inundações (IVSI), que foram manuseados no Sistema de Informação Geográfica (SIG) QGIS, versão 2.14. A integração das onze variáveis mencionadas permitiu a construção do índice de vulnerabilidade socioespacial a inundações (IVSI) que apontou predomínio de alta vulnerabilidade em 50% dos setores censitários do bairro Colibri. Fato que pode ser justificado pela presença nos setores de crianças de 0 a 5 anos, idosos com 65 ou mais anos de idade, baixo nível de pessoas alfabetizadas com 5 ou mais anos, baixo percentual de pessoas alfabetizadas responsáveis pelos domicílios, inadequada renda per capta em relação ao número de moradores e o rendimento total do domicílio, baixa quantidade de domicílios com rendimento nominal de até 1 (um) salário mínimo, domicílios sem rendimento nominal, baixa quantidade de domicílios com abastecimento de água da rede geral e com coleta de lixo, baixo percentual de domicílios com energia elétrica e 2 a 4 moradores por domicílio. Evidencia-se a necessidade de investimentos na melhoria da oferta de serviços essenciais à população, como possibilidade de melhorar as condições para reação aos processos de inundação.
Publicado
2019-12-18
Como Citar
Sousa, M. J., & Santos, F. (2019). GEOPROCESSAMENTO APLICADO À ANÁLISE DA VULNERABILIDADE SOCIOESPACIAL A INUNDAÇÕES NO BAIRRO COLIBRI (PIRACURUCA - PI). CADERNOS DE CIÊNCIAS & TECNOLOGIA DA UECE, 1(3), 291-305. Recuperado de https://revistas.uece.br/index.php/CCiT/article/view/2067
Seção
Artigos Geografia