POLÍTICAS PÚBLICAS DE MITIGAÇÃO A SECA

ANÁLISE DO PROGRAMA DE CISTERNAS NA COMUNIDADE CRUZEIRO, MILHÃ – CEARÁ

  • Epaminondes Pinheiro Machado Neto Universidade Estadual do Ceará
  • Francisca Leiliane Sousa de OLIVEIRA
  • Maria Lúcia Brito da Cruz
Palavras-chave: Programas sociais. Sistema de abastecimento. Estiagem.

Resumo

Este artigo se fundamenta em avaliar políticas públicas de mitigação do desastre da seca, sendo escolhido para este estudo o Programa de Formação e Mobilização Social para a Convivência com o Semiárido: 1 Milhão de Cisternas Rurais-P1MC. A escolha deste programa se deu por sua grande atuação no semiárido Cearense. A pesquisa tem como área de estudo a comunidade Cruzeira em Milhã, Ceará. Esta comunidade possui 19 habitantes, possuindo características comuns do semiárido. Foram utilizadas para execução da pesquisa revisão bibliográficas, aplicação de questionário, trabalho de campo, elaboração de gráficos e mapas. O estudo detectou resultados que mostram a importância deste programa na comunidade em três fundamentos: abastecimento primário (higiene pessoal, consumo humano), atividades secundarias (criação de animais domésticos, e serviços gerais) e na economia de tempo para obtenção de água. Entretanto verificaram-se problemas quanto à abrangência das cisternas para atender a grandes necessidades hídricas, como na agricultura e pecuária.
Publicado
2019-12-18
Como Citar
Neto, E. P., OLIVEIRA, F. L., & Cruz, M. L. (2019). POLÍTICAS PÚBLICAS DE MITIGAÇÃO A SECA. CADERNOS DE CIÊNCIAS & TECNOLOGIA DA UECE, 1(3), 8-19. Recuperado de https://revistas.uece.br/index.php/CCiT/article/view/1457
Seção
Artigos Geografia